31.3.12

Uma fotografia por dia... nº 2564

MFC - Pé de Meia
Póvoa de varzim, 2011

A escolha dos vinhos é determinante. Há sempre uma ponderação entre preço e qualidade, olhando sempre para as diversas regiões. Nos restaurantes o preço dispara e é preciso ver aquele que se desvia menos do preço padrão. É uma análise entretida que antecede a vinda do prato forte.

48 comentários:

Ana Paula disse...

Este post é para acompanhar o anterior?
Abraços.

Margarida Belchior disse...

O vinho é um bom acompanhante, e muitas vezes determinante ... :-)
... dizem que é uma bebida dos deuses! ... :-) ... não têm mau gosto, não senhor.
:-))

Beijinhos grds, a acompanhar

Sofia disse...

Não percebo nada de vinhos. :)
Beijinho e bom fim-de-semana.

João Menéres disse...

De uma forma geral, os Restaurantes vendem a garrafa com um acréscimo de 100% sobre o preço que está nas Garrafeiras eou Super. Se tal se entende para vinhos com menor rotação, não se compreende a razão que apliquem esta tão "modesta" margem de lucro para vinhos que estão sempre a sair para a mesa dos clientes.
Se o Tapada da Coelheira fôr o Reserva, há tempos adquiri numa Garrafeira que ia fechar e, como tal, desejava escoar o stock, cada garrafa a € 70,00.
O Monte das Abertas não conheço.
Já o Reserva Duas Quintas é um vinho para beber com calma em companhia que saiba apreciar.

Um abraço.

Andy Santana disse...

Meu pai é de póvoa de varzim...
que legal!

Multiolhares disse...

não entendo de vinhos, costumo dizer a brincar que o melhor vinho é daquele que gosto, no caso um branco leve.
bjs

Mona Lisa disse...

Peço sempre ajuda, quando tenho que escolher um vinho, olhando mais à qualidade que ao preço.

Tal como na escolha do vinho...assim devia ser a da nossa vida...analisar, ponderar...antes de decidir, evitando um "preço" elevado...

Adorei a foto.Original!

Beijos.

cycle disse...

Os meus gelados foram o mote para os teus binhos?!
:)

tossan® disse...

Eu sabia que você não tinha esquecido o vinho! Vinho Douro, Alentejano, Bairrada e o meu preferido depois do Douro é o Dão. Aqui no Brasil não existe regras, vão bem com todos os pratos, para peixes existe o branco e o verde mais jovem. Mas te confesso que com quais pratos combinam eu não sei nada. Sou um apreciador ignorante e feliz por degustar os bons vinhos. Abraço

dade amorim disse...

Um bom vinho é um complemento indispensável para uma boa refeição.

Beijo.

Claudia disse...

Um bom vinho faz a diferença já no primeiro gole...adorei a imagem!

La sonrisa de Hiperión disse...

Esas botellas, pintan pero que muy bien...

Saludos y buen fin de semana.

Gi disse...

Nunca tinha pensado na escolha dos vinhos como entretenimento, mas acho que tens razão. Bjs.

ams disse...

Este vinho a acompanhar as sardinhas... já só falta a broa...

Janita disse...

De vinhos não entendo nada...mas aprecio um verde branco, leve e ligeiramente doce.
Concordo plenamente contigo quando dizes ser entretida a análise da carta de vinhos num restaurante...é que existem preços tão exorbitantes que a qualidade não justifica.

Tem um bom fim-de-semana, Manel.

Ah...e xona bastante!

Beijinhos.

mundoacores disse...

Boa foto!
:)
Um fdsemana colorido
bjinho

ponto e virgula disse...

sempre ouvi dizer (pelos entendidos) que um bom prato está sempre de braço dado com um bom vinho e sem dúvida que faz a diferença.





a...té

BlueShell disse...

Como de vinhos percebo opouco...aceito quem me oriente...e fiquei a saber onde vir quando tiver dúvidas!

Olha...tenho já uma:
peixe vermelho assado no forno: que vinho achas que devo acrescentar aos temperos??? (LOL) - (esta foi de mstre- vê-se que estou bem melhor e já dormi, mais que as 4h habituais) esta noite....)

Vítor Fernandes disse...

Para mim, estes dois estão praticamente proibidos pelos médicos de serem consumidos em restaurantes. Mas cá em casa de vez em quando marcha uma. Depende do prato que se vai acompanhar :)
Mas tenho que de te dizer que fizeste uma grande escolha.

Fatyly disse...

Sobre isto percebo ZERO loll mas como gosto muito de caixas de madeira essa é super gira, podes oferecer-me? Mas sem recheio:)

Tiago Braga disse...

Algo muito português, boa fotografia =)

rouxinol de Bernardim disse...

... e eu prefiro a sexta. Sempre é melhor que duas quintas...

Camille disse...

agora chegando o friozinho um vinho eh fantastico!
bjs

Rute disse...

...eu sei que é uma vergonha...mas não é que eu não gosto de vinho de qualidade nenhuma?!....

1 beijo e 1 bom fim-de-semana:)

Crispi. disse...

Nada como um bom vinho né? Coisa boa!

Crispi. disse...

Nada como um bom vinho né? Coisa boa!

addiragram disse...

Essa escolha deixo-a para os entendidos, mas é de facto essencial, para não encarecer absurdamente a refeição e para ser uma presença ajustada ao prazer daquele momento.

Boop disse...

E que bem sabe um bom vinho! (não necessariamente caro!)

Paula Nogueira Guerra disse...

Quero desde já agradecer os teus comentários no meu blogue em holandês, mas tb tenho um em português caso o queiras visitar (tenho muitos até, mas posso dizer que este é o "principal")
http://esbocosdequemsou.blogspot.pt/

Vista-me como quiseres!

Bjs docinhos

PS: e viva a boa vinhaça :)

Fábio Martins disse...

Na garrafeira que trabalho temos o primeiro vinho e o Duas Quintas. Nunca provei ambos mas sei que o Duas Quintas é um vinho com excelente qualidade. Aliás, o Douro tem muito boa qualidade

Mena disse...

Olá!
Prefiro os alentejanos!
Bj

Pérola disse...

Acabo de 'postar' uma mensagem sobre o festival do pão, queijo e vinho de Palmela, chego e aqui e deparo-me com mais vinho. Vou-te contar um segredo: já tenho a minha contapor hoje. Já não distingo as regiões, os aromas e outras coisas de enólogos.
Já experimentaste os da região de Setúbal? Moscatel, ainda não provei melhor.
Com esta visitinha chega-me de 'provas'.

Canto da Boca disse...

Uma boa companhia, faz de qualquer vinho, um Falerno de 100 anos, rs...
Mas os vinhos portugueses são qualificados entre os melhores vinhos. E que pena, estou em abstinência alcoólica.

Mas tou de volta, por enquanto e espero não me ausentar por tanto tempo dos meus blogues preferidos, Manel, e deixo um beijão!

Paula Barros disse...

De vez em quando passo por aqui em silêncio, descanso a vista nas suas fotos, leio um pouco e sigo.
Hoje estou descansando e visitando os blogs, matando as saudades.
Ontem tomei um vinho brasileiro suave, prefiro os suaves.
beijo

clutch and chic disse...

sou apreciadora de todos os q ali estão. o 1º, alentejano, descobri-o há muitos anos e na altura foi uma surpresa soberba, porque era um vinho muito bom. hoje, já temos uma explosão de vinhos muito bons e estas surpresas já não são assim tão marcantes :)

Pecola disse...

Paulo Laureano. Paulo Laureano. Paulo Laureano. =o)

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Hoje em dia, a escolha do vinho quando se vai a um restaurante, é tarefa assaz difícil, porque quando olhamos para a coluna da direita até ficamos com os cabelos em pé...

maceta disse...

para mim, primeiro, os alentejanos...

Tanita disse...

Ontem ao almoço bebemos Tons do Douro brnaco, mas o tinto também é excelente. Experimenta se não conheçes. Bj**

Naná disse...

Por acaso tenho um método peculiar de escolher vinhos e quase nunca escolho um vinho mau... pode ser sorte ou tiro certeiro!

Xs disse...

Comigo não ganham dinheiro com vinho!
Odeio!

Remus disse...

A respeito de vinhos, ontem deu uma reportagem na televisão, a dizer que os vinhos verdes portugueses estão a fazer sucesso nos Estados Unidos.

AvoGI disse...

este sim, amigo, deliro com esta escolha
kis .=)

George Sand disse...

A Quinta da Ervamoira é muito bonita.
Tem uma janela a dar para o vale. Não me esqueço dela.

Manuel Luis disse...

Brindo com esses e recomendo também um Murganheira. O vinho é para se provar e não para beber.
Fiquemos então naquele cantinho.

Eli disse...

Sou aquela chata que não gosta de vinho... lol

Menina no Sotão disse...

As vezes o vinho que agrada o paladar nem sempre é caro. Eu por exemplo descobri um vinho italiano aqui em São Paulo (pasme) chamado Vecchio que custa pouco mais de vinte reais e é delicioso. Safra de 2006 (esse detalhe pra mim sempre faz a diferença - não compro vinho com menos de dois anos). rs
bacio

Elisa T. Campos disse...

Deu água na boca.
Mas infelizmente sou alérgica a vinhos
cervejas e outras bebidas alcoólicas.

bjs