20.8.14

Uma fotografia por dia... nº 3436

Terras de Barroso, Pitões das Júnias, 2014
Neste lugar tudo é surpreendente. Do nada surge esta beleza erma, solidária e que se impõe pela sua simplicidade. É um despojamento que cativa e que preenche toda a paisagem. E tudo isto acontece no bojo de um silêncio que nos eleva!

9 comentários:

Manu disse...

Tenho vindo a apreciar com admiração as belezas desse norte cheio de antiguidades preciosas e com as excelentes palavras com que acompanha cada foto.

Beijos Manuel

Mona Lisa disse...

Ouve-se o "silêncio do abandono" nesta tua excelente foto!


Beijinhos.

Graça Pimentel disse...

Obrigada, Manel, por me teres mostrado esta beleza erma. Linda!

beijo

Tanita disse...

Silêncio, estou a precisar dele.
Boa fotografia, como todas.

Manuel Luis disse...

E tudo se eleva em 5 linhas num só telhado à portuguesa onde as andorinhas se multiplicam.

Remus disse...

Já estive lá perto, mas não tive a esperteza necessária de ir visitar Pitões da Júnias.
Mas ainda bem, porque dessa forma é mais um motivo para regressar a essa região de Portugal.

lis disse...

Locais ermos que me fascinam.
gosto muito!

barcelence disse...

Quando lá estive, era ainda criança, e consegui tb umas fotos fantásticas ( lá não é difícil, tudo é lindo ). Ainda hoje, lembro-me de um mosteiro lindo "perdido" no Gerês. Será este? Só que associo a memória do mosteiro, a água corrente, que passava ao pé.

© Piedade Araújo Sol disse...

tens por aqui muitas fotos que são uma verdadeira relíquia.

boa semana.

beijos