25.8.14

Pensamento do dia... (profundo)

É melhor um passarinho na mão do que ser pai aos 18...

3 comentários:

Janita disse...

Não é que não entendi patavina?
:(

L.S.A. disse...

O passarinho pode voar, fica-se sem ele!
O filho aos dezoito pode ser uma companhia e um encanto aos vinte e dois anos do pai e, (Quem sabe...?) a razão de viver e a alegria do desse mesmo pai, apesar de sempre ser uma responsabilidade que começou muito cedo.
Depende mais do pai do que do filho.

Remus disse...

:-D
Muito bom!
Agora soltei uma boa gargalhada.
:-D