13.4.14

Uma fotografia por dia... nº 3307

Minho, 2014
Em cada esquina um amigo dizia o Zeca, mas aqui no Minho em cada esquina está uma leira de um proprietário. Esta é a região do minifúndio que tanto tem contribuído para o atraso económico deste norte rural, pois não permite a dimensão económica da propriedade.

4 comentários:

Mona Lisa disse...

Há minifúndios de pequena extensão e grande produção.

Vale mais pouco e cultivado que nada.

Adoro o nosso interior profundo. Ali, respira-se paz!

O mesmo senti, olhando a tua bela e relaxante foto.

Beijinhos.

Flor Guerreira disse...

O Minho no seu mais profundo e íntimo.

mgbon disse...

...e lá andas tu por onde me queria perder. Para além dos minifundios e do que daí resulta economicamente, isto é o que existe de verdade sendo também um reenconro com o autêntico e com a terra mãe.
Obrigada Manel.

Lê Fernand's disse...

natureza <3