8.4.14

Uma fotografia por dia... nº 3302

Minho, 2013
Na minha adolescência, graças à Biblioteca Itinerante da Gulbenkian (que saudades daqueles livros...!), li Tempo para Amar Tempo para Morrer do Erich Maria Remarque, tendo entendido que há sempre um tempo para tudo, sendo um desperdício vivermos a vida sempre nesta lufa-lufa que nos mata aos poucos.

6 comentários:

JOTA ENE ✔ disse...

Registo muito aceitável ...

Voltarei ... na foto-capicua 3333 ou quiçá antes ! :)

http://capicuasdojota.blogspot.pt/

Graça Pimentel disse...

Uma bonita imagem para as sábias palavras.
O pior é que ainda continuamos a viver na lufa-lufa.

beijo

Mona Lisa disse...

Tens razão!
Há um tempo certo para tudo, mesmo que gostássemos que isto ou aquilo tivessem acontecido antes.

Uma foto de Mestre, soberbamente legendada!

Beijinhos.

Flor Guerreira disse...

Gostei muito da imagem e da mensagem.

Carla Sofia Santos Correia disse...

Que saudades dessa biblioteca itinerante! Tem razão no que diz...

Fatyly disse...

Uma reflexão certeira para uma imagem bem captada.