9.2.14

Uma fotografia por dia... nº 3244

Paredes, 2014
Ouço muitas vezes na rádio perguntar-se se se nasce fadista?! Não tenho uma resposta definitiva, mas isso sei que se carrega um fa(r)do a vida inteira. A nossa memória selectiva é que apenas retém as coisas boas... Somos selectivamente desmemoriados.

5 comentários:

Fatyly disse...

Pelo menos eu sou desmemoriada e adianta chorar sobre leite derramado? Já não o sou quanto a governações, partidos, políticos etc, etc,

Que memórias guardará esse portão? Por vezes sou impelida a abrir e espreitar...e fico a observar dando asas à imaginação:)

Bom domingo e que o mar da tua Póvoa não faça das suas:)

Mona Lisa disse...

Não concordo contigo. A minha memória retém todos os momentos: bons e maus.Tento que os de sorrisos esbatam os magoados.

Olhando a tua soberba foto, associo-a à porta da vida, imaginando quantas vezes essa porta envelhecida se abriu e fechou a momentos felizes e aos magoados.

Beijinhos.

Graça Pimentel disse...

Lamento que não haja condições para que esse portão se mantenha a abrir e a fechar para os habitantes da propriedade.

beijo

Fatyly disse...

Cadê o portão??????? ganhou vida????? ou foi com o remporal??:)

Ana Paula disse...

Queria tanto conhecer a resposta sobre as fadistas direto da terra delas...
A foto é muito bonita. Beijo!