21.10.13

Uma fotografia por dia... nº 3133

Parque de Rabada, 2013
Já não sei se seria uma oliveira (mas até parece pelo carcomido do tronco...), sei é que dei comigo a perguntar-me quantas centenas de anos teria aquela árvore?! Pois é, o tempo é muito relativo e o seu decorrer mais ainda! Diz o Povo, e bem, que a vida é uma fogueirinha que rápido se apaga.

6 comentários:

Ana Paula disse...

Um tic tac silencioso e misterioso nesta tua bela foto.
Beijo!

Mona Lisa disse...

Tal como na vida, também ela marcada pelo ritmo impiedoso de "relógio" do tempo que conta os minutos de um futuro que não existe, matando o precioso instante...

O tempo embeleza as árvores, como comprova a tua magnífica foto!

Beijinhos.

Boop disse...

Olha... esta podia muito bem ser a Oliveira da minha história de hoje!
:)
Acho-as mágicas- as Oliveiras.

Mona Lisa disse...

Emendando:

...o ritmo impiedoso do relógio que conta...

Beijinhos.

L.S.A. disse...

Desculpa...
Fogueirinha não...
"Fogueira"...
Seja que árvore for o tempo passou por ela...!

Graça Pimentel disse...

Este tronco está lindíssimo.

beijo