25.12.12

Uma fotografia por dia... nº 2833

MFC - Pé de Meia
Sernancelhe, N. Sra. da Lapa, 2012
É um pequeno altar lateral que traduz a morte de S. José. Há alguma culpabilidade subentendida no cenário que nos é dado ver. S. José, que sendo o pai putativo (mas nunca aceite como pai, senão lá se ia a virgindade da senhora) de Cristo, vê-se rodeado na sua morte pela mulher e pelo filho, aparentando estes um quase sinal sinal de pedido de perdão. Já agora, se ele é deus feito homem, porque não há-de ser filho natural de uma mãe qualquer... como qualquer um de nós?! É impensável este horror da igreja ao sexo... Livra!!

9 comentários:

Mona Lisa disse...

Religião e espiritualidade dependem da fé de cada um.

A católica parece-me ser a mais castradora.

Fui criada numa austera religião católica. Hoje penso por mim!

Esta, é uma época que vivo como um momento de reunião familiar que aos poucos se vai deteriorando...

A foto está BRILHANTE!

Beijos.

Fatyly disse...

Concordo contigo e para mim, acreditando apenas no que acredito, considero José marido, amigo, namorado de Maria, mais...Madalena foi namorada ou amada por Jesus... já que perante "esse horror da igreja ao sexo" implementado ao longo dos séculos eu digo ARRRRREEEEE!!!!

Beijocas e um bom dia de Natal com afecto e carinho

Filha do Rei disse...

Um Feliz Natal juntinho com as pessoas que amam e com o ANIVERSARIANTE. bJSSS

anamar disse...

Espero que o dia tenha sido quentinho
e pleno de ternura.

Que o ano de 2013 seja o ano possível, apesar de tudo.

Abraço, Manuel.

Ana

Ana Paula disse...

Ele nunca deixaria de ser quem foi, suas palavras e ensinamentos seriam o mesmo tendo um pai biológico.
Hipocrisia e castração da igreja.
A foto porém é linda.
Beijo

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

EStes presépios barrocos são sempre muito belos

abraço

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Obrigado.
Continuação de boas festas...

Fernando Vasconcelos disse...

Muito boa a fotografia. Quanto ao horror da igreja pelo sexo isso é algo que também me deixa perplexo. Aliás penso que, sem ser teologista, que se trata de uma lamentável interpretação dos homens e de tempos passados. Interpretação essa que para nosso bem deveria ser revista, digo eu.

Pérola disse...

A Igreja até pode ser puritana com o sexo, mas não Deus. Se assim fosse porque nos teria criado em 2 géneros?

Uma explicação se Jesus fosse filho de José, não o seria de Deus e assim não seria divino.
Poderia ser mais um profeta como Maomé. Mas, as antigas escrituras exigiam e profetizavam alguém divino.
Para que me dou ao trabalho?

vais-te rir e gozar...

Beijinho e não ligues a assuntos inexplicáveis.
Tempo perdido.

Um beijinho e espero que o teu Natal tenha sido muito acochegante.