9.12.12

Uma fotografia por dia... nº 2817

MFC - Pé de Meia
Vila do Conde, Capela de N. S. da Agonia, 2012
Em frente à antiga cadeia (nos baixos da Câmara), servia para os presos assistirem à missa de Domingo. Acho que raramente uma missa comportou tão grande sentido de liberdade para aqueles homens, que viam naqueles breves momentos a possibilidade de, de certo modo, esquecerem a sua triste condição.

9 comentários:

Mona Lisa disse...

Hoje, muitos reclusos sentem a "liberdade" da sobrevivência, dentro das cadeias...

Um espelho de água reflectindo tão bela e simples capela. O candeeiro e janelas "adoçam-na".

Belíssima foto, Manel.

Beijos.

João Menéres disse...

ntão, se são prisioneiros é porque cometeram algum crime.
E a triste condição não será o das vítimas ?
Não entendi !

elvira carvalho disse...

Gostei.
Um abraço e um Santo Domingo.

Fatyly disse...

Só se fossem "presos políticos" porque caso contrário fico com a mesma interrogação do João Menéres.

A foto está muito bem captada com efeito espelho...mas, já agora: portas vermelhas e pintada de branco numa total desfiguração do que seria histórico, ou não?

Janita disse...

Manel, agora fizeste-me lembrar aquele ditado popular:
" Enquanto o pau vai e vem, folgam as costas"!!! :)

Beijinhos, amigo!

Ovelha Flor Guerreira disse...

É preciso ser livre mesmo dentro de uma prisão. E a capela de certeza que os deixava mais livres!

L.S.A. disse...

Linda!
Bem aproveitada a hora e o reflexo!
A privação da liberdade é sempre triste.
Também á presos inocentes dos crimes de que são acusados.
É terrível julgar...!

Pérola disse...

Tradições que se perdem. Outras vão despontando.
Como dizia em cima: Nada é eterno.

Beijo

Elisa T. Campos disse...

Sábias palavras.
Pena que para eles esses momentos terminaram.