2.11.12

Uma fotografia por dia... nº 2780

MFC - Pé de Meia
Maia, 2012
A idade não perdoa. As rugas vão-se cavando marcando o tempo transcorrido. Todavia um sorriso, não deixa de ser bonito por as ter como moldura! Assumir os anos fica-nos bem... até porque a alternativa seria o ridículo. Saber-se estar, onde quer que seja, é uma manifestação linda de inteligência.

20 comentários:

Mona Lisa disse...


...são a prova que houve uma vida repleta de diferentes momentos.
Tentar apagá-las é rasgar páginas do nosso livro.

O tempo não perdoa e o melhor da vida fica por viver,ficando o livro incompleto...

Adorei o teu post. Uma analogia perfeita entre foto/texto.

Uma foto tão simples e bela!

Beijos.




CNS disse...

As rugas são as marcas de um tempo que é só nosso.

Boa semana.

Nita disse...

Acima de tudo é preciso "saber-se estar, onde quer que seja, é uma manifestação linda de inteligência", concordo plenamente...

L.Reis disse...

Nunca achei a idade uma coisa "feia"...acho que quando se envelhece na "direção certa" a maneira como a nossa pele inscreve o que o tempo nos ensinou, transparece no olhar, no sorriso, até na maneira de poisar as mãos...a idade só é má quando nos rouba a dignidade, mas até lá somos sempre uma obra de arte moldada pelos dias.

tulipa disse...

A idade só é visível através das ditas rugas
porque a outra idade - a do espírito, essa transparece no olhar, no sorriso, na mente e aí podemos ser jovens eternamente.

Só me queixo da idade
quando a saúde é afectada,
isso sim, custa muito.

Infelizmente tenho um problema grave nos olhos que, me está a privar de fazer o que mais gosto
ler, fotografar, visitar blogues e deixar comentários e mesmo fazer posts nos meus 3 blogues.

Aqui há uns tempo mostrei olhares lindos sobre o Douro e as suas margens (palavras tuas)

Agora fui até Vila Praia de Âncora, Moledo, Caminha, Vila Nova de Cerveira e Valença do Minho...

Beijinhos

Blackye disse...

É verdade, e não só de inteligência... a idade não perdoa, mas também traz beleza.
Beijinho

Maria de Jesus Lourinho disse...

Tanta poesia que há por aqui. Pessoalmente acho que envelhecer não tem piadinha nenhuma mas a idade é um posto, logo, uma vantagem. Talvez a única.

Remus disse...

Palavras sábias e totalmente subscritas por mim.

Pec disse...

Nem mais. :)

Fatyly disse...

e como tal...toma lá 61 sorrisos porque não contei as rugas:):)

Adoro andar nos campos por esses trilhos:):):)

Mar Arável disse...

... um dia seremos de novo crianças

Pérola disse...

A verdade é que preferimos pensar que não envelhecemos.
Isto é possivel durante umas décadas.
A inevitabilidade do tempo traz marcas que deveriamos reverenciar.
Pessoalmente ando em guerra aberta com a idade por isso não sou comentadora isenta ou a ter em consideração.

Gosto da associação com a fotografia.

Um beijinho

maria madeira disse...

Felizmente o tempo tem sido um pouco meu amigo e ainda não deixou marcas, mas quando isso acontecer, espero saber lidar muito bem com essas marcas e parece-me que um sorriso franco e honesto é um excelente cartão de visita.

Paula Barros disse...

Olhando a imagem e lendo o que escreves, me veio a mente que a idade, o tempo, o viver, deixam estradas na nossa pele.

Anónimo disse...

Bela imagem que, junta ao que escreveste está perfeita.

Gi disse...

Tendo o cuidado de não cair no ridículo, olha que a cirurgia plástica pode dar uma pequena ajuda quanto às rugas...

Parapeito disse...

Como escreveu Ninon Lenclos :
"Nunca tive outra idade senão a do coração."
brisas doces :))))

Graça Pimentel disse...

Está tudo dito na última frase que escreveste.

Beijo

AnaMar (pseudónimo) disse...

mas até atingirmos esse estado de inteligência...:-)) agora está mais fácil para mim, que sou avó:-)))
Abreijos

Eclipse com Amor disse...

Saber estar... eis um saber que se perdeu nas gerações mais novas...
perdeu-se o sentido de privacidade, de ridículo, de pessoal, de vergonha na cara...

lua