30.11.12

Ao correr da pena III



O Senhor Regedor da minha aldeia foi entrevistado na televisão por uma  loura de nome Judite, que nada tem a ver  com a piedosa personagem bíblica, que cortou a cabeça ao inimigo do Senhor.

E que bem que estava o Senhor Doutor! Que bem que lhe ficavam os óculos! Ahhh, usava gravata e também fato como as pessoas distintas como os Senhores Doutores sempre usam. (Não se viam, mas devia ter os sapatos muito bem engraxados... já que aos Senhores Doutores é bom dar-lhes graxa!).

Os Senhores Doutores usam óculos por terem lido muito quando pequenininhos, para saberem também muito quando forem grandinhos, tal como o nosso Senhor Regedor. E que regalo que é ouvi-lo falar... E não é que fala tão bem como o Padre da nossa aldeia?!

Bom, mas que disse o Senhor Regedor? Disse que a aprendizagem das letras ia deixar de ser gratuita, pois que o país não está para graças e não é precisa tanta gente a ler “A Bola”, mas assegurou que aquilo que nos aproxima verdadeiramente de Deus, a Doutrina da nossa querida Igreja ia continuar a ser servida de forma abenegada e de graça pelas nossas benfazejas beatas, que Deus há-de continuar a guardar na sua misericórdia, para que o Demónio continue arredado dos nossos lares.

Ora o Senhor Regedor disse o que era importante. E pode dizê-lo porque no seu tempo estudou muito e por isso mesmo é que usa óculos, já que a vistinha se foi perdendo nas muitas páginas que virou com cuspe no dedo.
(Vá, isto é um texto sério... o cuspe no dedo era mesmo só para virar as páginas que o Senhor Regedor é uma pessoa bem formada e temente a Deus).
O futuro para a salvação das almas continua assegurado.

Viva o Senhor Regedor... Viva!

7 comentários:

Mona Lisa disse...

De novo teremos um povo analfabeto , resignado, silencioso, medroso que abanará bandeirinhas à passagem dos "Vampiros" ...

Beijos.

Vítor Fernandes disse...

Eu também tenho óculos mas não sou regedor.

(Quanto tempo ainda a aturar este pateta, meu caro Manuel?)

Tétisq disse...

Eu uso óculos e ainda não sou doutora...se bem que li sempre muito e desde pequenina.

Gosto destes textos!

Pérola disse...

Pelo menos humorizas (ironizas) uma situação deveras preocupante.
Valham-nos as mudanças imprevisiveis, tão humanas.
Algo terá de acontecer para mudar o rumo das coisas.
O mfc de ternura e sensibilidade vestido é-me mais aprazível. Contudo, é com prazer que o papel de comentador das actualidades também não te assenta nada mal.
Nunca deixes ficar para trás os afetos.

Beijinho

Maria de Jesus Lourinho disse...

Morra!

L.Reis disse...

Eu é que tenho razão... é que eu tenho uma teoria muito minha: Eu acho que nós nunca chegámos a sair da Idade Média...disfarçamos é bem, uma evoluçãozinha ali, uma tecnologiazita acolá, umas ideias revolucionárias, lá de vez em quando...mas no fundo, no fundo estamos é mesmo lá atrás.

Fatyly disse...

És um bom narrador e cheio de razão...Gostei!