26.9.12

Uma fotografia por dia... nº 2743

MFC - Pé de Meia
Vila do Conde, Câmara municipal, 2012
Repugna-me o elitismo e a presunção, da mesma forma que detesto o primarismo e a boçalidade. A vida é para ser pensada, sonhada e agida! Precisamos dar um sentido à nossa vida, sem que com isso esteja a cair no domínio da espiritualidade, que também rejeito. Sei que sou complexo, mas sinto-me bem assim.

17 comentários:

João Menéres disse...

Não faço a ligação imagem/texto...

Um abraço.

Mona Lisa disse...


Também nós, qual câmara municipal, organizamos(tentamos) os "departamentos" da nossa vida...

Na minha, o "departamento" dos sonhos, transborda...

Bela foto com um enquadramento perfeito , expondo-nos um belo edifício, onde o descuro, infelizmente, é notório.

Beijos.

Canto da Boca disse...

Eis o "xis" da questão, encontrar o meio termo: a solidez e a manutenção da simplicidade; a sofisticação e a elegância das boas ações comuns a todos e à todas, sem o pedantismo de quem se arvora de dono do poder... Ou manipular quem quer que seja, pela fé, aproveitando-se da fragilidade e da crença alheia.

A foto a meu ver sintetiza bem o seu sentimento exposto.

Belo conjunto, Manel!

A Luz A Sombra disse...

Todo o ser humano é complexo.

Por vezes é obrigado a ser...

Naná disse...

E estarmos conscientes da nossa complexidade e aceitar esse facto é meio caminho andado para sermos mais felizes!

Excelente registo!

Ana disse...

O mais importante é sentirmo-nos bem como somos.

Boa perspectiva!

Beijinho

maray disse...

tanto o elitismo quanto a boçalidade são pra mim dois lados da mesma moeda: quem é boçal acha-se melhor que os outros, assim como quem é elitista. São pessoas que sentem-se com mais direitos por sabe-se lá qual motivo. Como dizia minha sábia avó: a terra a todos comerá!

Maria de Jesus Lourinho disse...

Também nos sentimos bem com o autor assim.

Fatyly disse...

Todos somos complexos e há que encontrar meios de sustentabilidade e bem estar nas e das emoções.

A foto mostra bem como são investidos os dinheiros públicos de todos nós e sobretudo dos que vivem em Vila do Conde!

maceta disse...

benditos os simples...

Fábio Martins disse...

Desta vez acho que falaste sem fazer ligação à imagem. Ou estarei errado? É que falaste coisas caras de mais :-)

Janita disse...

Olá, Manel.
Estive a ver as fotos e ler todos os textos desde a última vez que aqui estive.
Há uma de Amarante que conheço muito bem.
Em todas sinto uma ligação entre os textos e as imagens. Nesta não consigo!
Hummm...cheira-me a um certo antagonismo em relação à autarquia de V.C.:)

Beijinhos, Manel!

PS. Emigraste ou quê? :(

Lilá(s) disse...

Pelas fotos adivinha-se que tiveste uma belas férias!
Bjs

Lu Guedes disse...

Acho natural ser assim, talvez por ser alguém parecida em certos sentidos. Não tenho paciência para certas coisas e tolerância também me falta. rs

bacio

Ps. Adoraria sentar-me naqueles degraus e passar a tarde nessa sombra a ler...

Remus disse...

Boçalidade: Palavra que desconhecia e que passei a conhecer graças a este texto do amigo MFC.

Enquadramento bem pensado, onde a primazia à escada, acabou por dar dinamismo à composição.

Pérola disse...

Para mim até és muito prático, bem terra-a-terra.
Que sentido se pode encontrar na vida? As respostas são tantas quantas as pessoas.
Não generalizes tanto. Não é possivel catalogar dessa forma.
Fico feliz por te sentires bem como és. Isso é o que importa, na essência.

Beijinho

Paula Nogueira Guerra disse...

Quando vejo estes sitios penso sempre no "antigamente" nas pessoas que por aí passaram... deve ter sido mais que encantador!