5.9.12

Uma fotografia por dia... nº 2722

MFC - Pé de Meia
Beira Alta, Salzedas, 2012
Olho para o sagrado da mesma forma que olho para o profano, pois apenas a estética me interessa. Procuro nos dois a harmonia das formas e a beleza que elas me possam transmitir. E com isso me basto! Não vou para além disso... e esse não ir para além, não me causa qualquer espécie de angústia.

35 comentários:

Lacorrilha disse...

Nem a mim, lá nisso somos iguais.

João Menéres disse...

Compreendo perfeitamente...

manuela barroso disse...

...então fico a admirar a beleza que te atraiu nesta formosa fotografia.
Dentro, pessoalmente, gosto de me encontrar com alguma beleza interior. Que existe, mas ignoro se a tenho.
Beijinho M.

Vítor Fernandes disse...

Esse céu!!!!

MINHA VIDA DE CAMPO disse...

Em tudo há beleza depende de quem e o jeito que se olha. Muito bonita essa fotografia.
Tenha uma ótima semana.

A. LaRoque disse...

Eu...olho para o profano, depois olho para o sagrado peço perdão e volto a olhar para o profano.

A estética não muda! Não vou para além disso, mas cás vezes é difícil lá isso é!

Canto da Boca disse...

Perfeitamente, Manel!

E não sei o que mais me encanta, se as formas arquitetônicas, ou o fundo azul do céu salpicado dessas nuvens brancas. Só sei que deixa meu olhar limpo, tranquilo...

Bípede Falante disse...

Que céu!!!!

Sylvio de Alencar. disse...

Não no além que nós nos encontramos, pois é aqui (e agora), que estamos, e somos.
No aqui, só nós cabemos.

Abraços amistosos.
Vários!

Obtuso disse...

são os complexos que por vezes nos cegam à beleza que está por toda a parte, como nesta foto está.

Marta disse...

Eu acho que também olho para as coisas assim e dessa forma, encontro a simplicidade das coisas, que é o mais belo que há.

Mona Lisa disse...

Subscrevo totalmente...

Todas elas marcaram um época histórica.

Como sempre, uma foto fantástica...e o céu? Fabuloso!

Beijos.

Existe um Olhar disse...

Compreendo e partilho das mesmas ideias, sagrado ou profano, dão óptimas fotos e a prova está aqui.
Ai aquele céu!!!

Beijos Manuel

A Luz A Sombra disse...

Porque tinhas de olhar de outra maneira?
Eu sei que muitas religiões se propagam na base da superstição, mas pergunto que tem a religião com a arte?
É como a política com a arte.
Tanta arte se tem destruído em nome disto... ou daquilo, empobrecendo os países onde os acontecimentos se dão!
Detesto a suprestição, detesto aquelas vendas que nos querem colocar nos olhos psrs só vermos o caminho em frente, e não podermos ver mais que isso, muitas vezes sobre ameaças.
Eata tua fotografia está muto boa, como sempre, um belo e simbólico contraluz.
Abraço.

AUDENI OU Dona Mocinha disse...

Olá, agora no Brasil são 8:45 horas da manhã, estou tomando meu café, colocando a leitura em dia e trabalhando, assim ... tudo junto e misturado.
Ah, e visitando os amigos, então vim te agradecer a visita ao DONA MOCINHA DO BRASIL.


Que tenha uma linda semana nesta sua terra MARAVILHOSA!


Um abraço


Audeni

♥ Luciana de Mira ♥ disse...

Que saudades que eu estava de vir aqui! VIm matar a saudade!

Beijos!

© Piedade Araújo Sol disse...

gostei do enquadramento e das cores.

belíssima foto.

beij

Pérola disse...

O sagrado é o que nós 'quisermos'.
Tenho dificuldade em expressar-me. Não é de todo igrejas ou monumentos religiosos, esses são construções humanas erigidas ao sabor das modas arquitectónicas.

Vejo mais sagrado nas nuvens, no céu azul, no vento que sussura...

São nessas pequenas coisas em que me encontro e que me são sagradas.

beijinho

maria madeira disse...

mfc, tenho cá para mim que quando a beleza existe,quando está realmente lá, nem precisamos de a procurar. Salta-nos logo ao primeiro olhar. A tranquilidade que se sente quando o que é belo nos atropela, é simplesmente fabulosa e tranquiliza-nos.

Fabricio K. Ramos disse...

A mim também não amigo. E quem gosta de fotografia tem que ficar um pouco distante do seu objeto, pois assim conseguimos "enxergar" melhor o nosso objetivo.
Post muito oportuno. Abraços

Su disse...

Independentemente das crenças a beleza pode sempre ser apreciada :)

Túlia Catalão disse...

Nesta magnífica foto o autor procura a Beleza.
Ela está presente em todas as convicções.O Belo é o nosso sagrado. Com ou sem religião. O Belo ultrapassa essa fronteira.
Uma fotografia sem fronteiras!
Abraço mfc

Cris Campos disse...

Não sei se consigo olhar para o sagrado do mesmo jeito que para o profano, mas realmente neles há uma harmonia de formas. Gr. Bj.!

Lilá(s) disse...

Como te compreendo!
Bjs

Cris Tarcia disse...

Que imagem linda!

Beijos

Margarida Belchior disse...

... o sagrado para mim está na beleza, na harmonia, na tranquilidade, ...
... e na bonança que vem depois das tempestades, na luz que brilha ao fundo do túnel, ou que se vislumbra no fundo de um poço...

... e a tua fotografia é de uma beleza indiscutível!!

... tudo o mais são construções sociais, incluindo a distinção que referes entre o sagrado e o profano ...

Beijinhos grds, profanos (claro!! ... :-)))

Remus disse...

O céu está fantástico. Aliás, todo o conjunto está fantástico.

Numa de Letra disse...

Fotografia lindíssima!

Graça Pimentel disse...

Os "negros" com o céu por fundo ficam tão bem!

beijo

maceta disse...

talvez ambos sejam misteriosos, enigmáticos...

Janita disse...

Existem coisas que para mim são sagradas e não têm nada a ver com religião.
Neste momento não tenho adjectivos para descrever o quanto esta foto me tocou.
Um grande beijinho, Manel!

Fatyly disse...

Dizes tudo: "e com isso me basto" sinal de que estás bem contigo próprio. Subscrevo!

Paula Nogueira Guerra disse...

O NOSSO céu :)

Elisa T. Campos disse...

E não precisa mais nada.
Bjs

Ana disse...

Que excelente comparação. Concordo integralmente!