3.9.12

Uma fotografia por dia... nº 2720

MFC - Pé de Meia
S. Simão da Junqueira, 2012
A política tornou-se definitivamente na arte da dissimulação. O não bastar ser foi de uma penada substituído pelo parecer ser  ( e não se pense que me refiro apenas a este [des]governo) e tudo isto perante a impassibilidade serenamente estúpida de um povo amorfo. À falta de melhor exemplo sinto-me cada vez mais, e com orgulho, Grego dos pés à cabeça! Ao menos esses refilam e com toda a razão.

43 comentários:

Z.M.Z. disse...

O "portuga" (odeio esta palavra!) só vai á luta pela bola. Aí é um valentão.
Desde que tenha uns cobres para a gasolina está tudo bem. E o (des) governo sabe isso muito bem.
Boa semana

Mona Lisa disse...


Invade-me um enorme sentimento de raiva perante o disfarce dos políticos e a inércia do povo.

Refilar, não basta!!!

Adorei a tua foto. Apreciei-a, antes de ler o texto, apesar da perfeita analogia.

Beijos.

Reinadi Sampaio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fernando Santos (Chana) disse...

Excelente macro....
Cumprimentos

Túlia Catalão disse...

Numa belíssima foto, retratas tão bem os espinhos aparentes, dos verdadeiros. Prefiro estes.Sei com o que conto e defendo-me.
Chega de aparências. Chega de conversa sonsa! Mas será que temos que ser todos um pouco camaleões?Não faz o meu género...
Muitos beijinhos mfc

Elisa T. Campos disse...

E aqui estamos em plena campanha para prefeito e vereadores. Só essa linda flor não é dissimulada.

Um lindo domingo
Bjs

Caroline Godtbil disse...

Desculpe-me por meter-me no assunto, mas me parece que estão a falar da minha pátria amada o Brasil... nada muda... só o endereço!!! São todos iguais: o povo e o governo, o que me leva a crer que se merecem... e eu, povo que sou, fico a assistir essa tristeza e sentindo-me incapaz de reagir.
Quanto a sua foto é perfeita, bela adequada.
Beijo.

PS: quando terei a seguir-me esse pezinho de meia?

Marina Linhares disse...

É tudo farinha do mesmo saco em qualquer lugar do mundo. E uma andorinha só (o povo) não faz verão, é preciso união e dar um basta... o pessimismo bate a minha porta: não tem jeito.
Beleza de imagem.

Rita Almeida Pinto disse...

Delicada imagem!
Já tinha saudades de vir aqui.
Beijos

© Piedade Araújo Sol disse...

macro bem conseguido.

gosto.

beij

Blackye disse...

Nós também refilamos .... para dentro. Por isso é que está tudo como está. Ninguém se mexe, o típico.
Beijinho

Marta disse...

Eu acho que o nosso povo já não muda. Somos e seremos sempre pacatos, mesmo com todo este desgoverno.

Amei a foto ;)

Beijinho

abspinola disse...

Amei a foto linda como sempre.
Nós somos uns pacatos aceitamos tudo na boa, e como eu digo aqui em Portugal não se passa nada!!!!

Bjstos

SOL da Esteva disse...

Uma imagem magnífica, soberba.
Mas ajustava-se melhor a de um camaleão... político, não?
...eles andam por aí!


Abraços


SOL

Maria de Jesus Lourinho disse...

Toada a razão. E uma bela foto.

Bergilde disse...

Quem melhor que os políticos nessa arte da dissimulação e também persuasão.Mas o povo aos poucos vai percebendo isso.Linda foto!

Bergilde disse...

Quem melhor que os políticos nessa arte da dissimulação e também persuasão.Mas o povo aos poucos vai percebendo isso.Linda foto!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

A arte de dissimulação do ser humano, nos dias que correm traduz-se numa frase: Mais vale parecê-lo do que sê-lo.

Remus disse...

Daqui a pouco, nunca o provérbio do "ver-se grego para fazer alguma coisa" me pareceu tão verdadeiro.

Claudia disse...

Imagem maravilhosa...tenha um bom dia!

Silenciosamente ouvindo... disse...

Tem toda a razão meu amigo.
Os portugueses parecem foram
abestesiados.
Já nem sei que pensar.
Bj.
Irene

Juliêta Barbosa disse...

Fiz um passeio através do seu olhar e li toda a sua primeira página. Viajei com você pelos lugares e encantei-me com lindas imagens, mas, confesso que tocou-me profundamente uma frase no texto da fotografia 2717: a redescoberta do olhar ou por outra, um olhar novo sobre o que já foi visto.

Ah, meu amigo, quantas descobertas e quantas coisas surpreendentes estão a nossa espera, quando nos permitimos uma segunda chance, um novo olhar. A vida nos cobra uma pressa, que na maioria das vezes nos tolda à visão. Obrigada, por me fazer enxergar isso no dia de hoje.Bjs

maria madeira disse...

Não poderia estar mais de acordo, é realmente uma "impassibilidade serenamente estúpida".

Refilar, argumentar, bater o pé,qualquer coisa, desde que não seja baixar a cabeça e continuar neste "vai-se andando", que me irrita até à raiz de qualquer coisa.

Ale Quejinho disse...

Indignar não adianta, tem que lutar

Fernanda disse...

Deixo um beijo e um desejo...
que partilhe comigo e muitos outros as suas belas fotos aqui - https://www.facebook.com/groups/395901480438539/permalink/490632464298773/?notif_t=like.

beijo

Pérola disse...

Somos a dar para o pacífico.
Que sugeres?
Uma revolução?
Guerra Civil?

P.S. Não esquecer que estamos em democracia e há eleições. Também liberdade, pelomenos teóricamente.
Há que respeitar a vontade das maiorias.

manuela barroso disse...

...hoje vou dizer não à política (enchi o "saco") e quero pousar nesta maravilha da natureza. Perdi-me no tempo, e voei nas asas da imaginação perante uma pinha florida com espécie de espinhos, mas que são ou defesas ou para se perpetuar! E sem guerras, ei-la que afonta toda e qualqueer política. As flores são assim: pacíficas e belas.
Quero flores!
E a culpa é do mfc. Mais uma foto de assombro.
Beijinhos

Fábio Martins disse...

Grego? Só se for da Danone... porque a Grécia também não é um bom exemplo para nós portugueses. Eles abusam na luta pelos direitos... digo isto pelos conflitos que dantes passava nos noticiários, claro!

Leninha disse...

E este parecer ser é que faz a desgraça de muitos de nós...

Bjssssss,
Leninha

Tiago Braga disse...

Uma bonita fotografia, gosto dos tons suaves os tons de fundo ate me fazem lembrar assim um vintage em termos de focos e azul e verde

:.tossan® disse...

Aí não sei como funciona, aqui eu voto nulo. Cansei de tanto teatro de qualidade duvidosa e de atores canastrões sem talento. Prefiro jogar o meu voto fora, afinal o que prestar pode ser reciclado.
Em compensação posso apreciar uma grande foto como esta! Abraço

Margarida Belchior disse...

... o ser e o parecer são indissociáveis!! ... se a separação se dá, é o que se vê: está à vista de todos! ...

... o povo às vezes parece estúpido e que se deixa manipular, mas ... "as iludências aparudem!!" ... já ouviste falar na economia paralela?!? ...

A tua foto: uma beleeeeeza!! PARABÉNS!!
:-))

Beijinhos grds



bettips disse...

Também os espanhóis... só que nada é mostrado. Há sinais de desconforto e há luta: a primeira coisa é apear estes senhores antes que partam tudo. E o raio que os parta.
(a foto é tão linda que até me cahteia deixar aqui este comentário, sem dissimulação nenhuma!)
Abç

Lu Guedes disse...

Cada dia mais e mais o Brasil e Portugal, Espanha e Itália se assemelham... E vamos indo para o amanhã, será que chegaremos?

bacio

A. LaRoque disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
A. LaRoque disse...

Lusitanos!

Com Viriato se expulsou os Romanos.

Até ao século XII expulsaram-se os Mouros da península.

Com as crusadas invade-se o norte de A'frica pois ainda não estavam contentes com os mouros expulsos, tiveram de lhe dar caça. Desta vez foi vingança! D. Sebastião de certeza que era mulherengo. Encontrou uma moira linda e fugiu com ela num dia de nevoeiro, assim ninguém o viu! Foi feliz numa tenda com dez mulheres, o exército regressou a casa e dele fez lenda.

Expulsaram-se os Espanhóis duas vezes, uma em Aljubarrota e a segunda vez depois de sessenta anos.

Derrotaram o exército de Napoleão três vezes; uma invasão pelo norte, outra no centro e outra pelo sul.

A A'frica foi "descoberta", invadiu-se e escravizou-se.

A seguir "descobriram o Brasil", trouxeram os escravos negros do Ultramar conquistado para lá. Por fim deram a indepência ao Brasil para os brasileiros não ficarem a chorar!

Nos mares da China combatem-se os piratas, com isso ganham-se favores do imperador, e conseguiu-se Macau.

Goa, Damão e Diu foram invadidas, por fim uma pequena guarnição, defende Goa em 1961 do grosso do exército Indiano. Perde, mas claro como poderia meia dúzia sairem vitoriosos contra um exército inteiro!

Na primeira Guerra Mundial combate-se contra os Alemães em todas as frentes incluíndo na A’frica!

Nos tempos modernos combate-se no Ultramar por 14 anos. Sendo as Forças Armadas Portugueseas consideradas como os melhores combatentes de guerrilha dos anos setenta.

O que aconteceu a este povo de "brandos" costumes?

Ficou amorfo!

Canto da Boca disse...

Manel, desde Maquiavel sabemos que a política é a arte de enganar o povo...

Existe um Olhar disse...

Políticas à parte, que eu disso nem me quero lembrar, prefiro admirar esta fabulosa macro. Apesar dos espinhos a vida continua.

Beijos Manuel

CR disse...

Subscrevo cada palavra do texto.
Quanto à imagem, é bela demais para se "misturar" no tema, apesar de muito bem aproveitada.
Abraço.

luisa disse...

A política é frequentemente má... mas a foto é espetacular :)

Graça Pimentel disse...

Bonita fotografia.
Quanto à política, para mim acabou. Não quero saber de nada. Não procuro nada que perturbe o meu viver.

Beijinho

Paula Nogueira Guerra disse...

(infelizmente) por isso é que fugi daí :(

A foto está LINDISSIMA ***

Ana disse...

Até o belo tem espinhos, e esta foto é a prova disso, está lindíssima e respira paz, muita paz.
Por outro lado, contrasta com as palavras um pouco amargas, mas carregadas de verdade. Terá sido essa a intenção? Não sei, mas deu um belo post!