18.8.12

Uma fotografia por dia... nº 2704

MFC - Pé de Meia
Minho, Vilar de Mouros, 2012
O silêncio também pode, e muitas vezes, fazer parte da beleza da paisagem. É ele que nos permite a concentração naquilo que é essencial. Muitas vezes regressamos a um sítio e sentimos que já não é a mesma coisa que foi, esquecendo-nos que as circunstâncias daquele primeiro momento memorável foram, com toda a certeza, diferentes!

19 comentários:

sónia silva disse...

Ainda ontem por lá andei...

Mona Lisa disse...

O silêncio pode ser belo em qualquer "paisagem"!

Adoro pontes,sendo a mais bela a que une dois olhares!

Soberba foto. É pena que o rio Coura esteja com o caudal tão reduzido.

Beijos.

$U$ANA disse...

Vilar de Mouros é sempre memorável quer em silêncio quer com muita música, nos fantásticos festivais que outrora se realizavam.Que saudades!

Adri Aleixo disse...

É de uma sensibilidade sua fotografia...
O silêncio sempre faz parte das minhas paisagens.
Foi muito bom encontrar você.
Beijo!

Ângela Almeida disse...

Eu preciso tanto do silêncio :)

Fatyly disse...

Pode-se voltar mil vezes...mas há sempre coisas novas a descobrir!

Bela foto de um local que não conheço.

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Mais uma linda e refrescante foto!
Abraço

Luna disse...

tenho essa sensação muitas vezes quando leio um livro, altera-se a percepção conforma o estado de
beijinhosespírito e o conhecimento no momento

hfm disse...

E essa ponte tem uma certa mística. Um local de que muito gosto.

Magia da Inês disse...

♡¸.°.¸♫♫♪
Tão bonito... um dia quero ver de perto!
Bom fim de semana!
Beijinhos.
Brasil
♡彡♫♪°.¸.•°`

Lemon disse...

Gostei deste silêncio :)

Fábio Martins disse...

Imaginei ouvir a água a correr "prei'abaixo" :)

Julia disse...

Lindo!

Ange disse...

Prezado amigo, por motivos de saúde ando ausente...
No entanto sinto muitas saudades do contacto com muitos dos amigos através dos blogs. Aproveito esta tranquila tarde de sabado, onde (sentindo-me banhada de fé que em muito breve estarei totalmente recuperada pela luz Divina), voou por alguns dos blogs amigos para matar a saudade. Desculpe minha ausência.
Um lindo e abençoado domingo para você.
Ange.

Pérola disse...

O silêncio pode e fala tanto.
Gosto de silêncios palradores.
Os Romanos já nos deixaram há uns séculos, mas as suas pontes ainda conversam connosco.

Beijinho e boas férias.

Remus disse...

É verdade. O tempo passa. Nós mudamos. Nós olhamos para as coisas como outros olhos.
Tudo é sempre diferente. Mesmo que à primeira vista nos pareça tudo igual.

Canto da Boca disse...

Penso que todo momento é único, Manel, então cada retorno a um lugar, vai ter sempre um caráter diferente... E a foto tá linda, como sempre!

Ana disse...

Adoro o silêncio, cada vez mais. E com um cenário assim, melhor.

Elisa T. Campos disse...

Em cada manhã de silêncio, certamente uma sensação diferente a nortear.

bjs