10.8.12

Uma fotografia por dia... nº 2696

MFC - Pé de Meia
Vila do Conde, 2012
Vila do Conde e Póvoa de Varzim, duas cidades estupidamente rivais, formam o maior centro piscatório do norte. Duas cidades que tudo teriam a ganhar unindo-se, persistem na bacoquice provinciana de se afirmarem superiores uma à outra por isto ou por aquilo. E temos que viver com o que temos! Não é impunemente que a tradição continua a ter o seu peso...

23 comentários:

Mona Lisa disse...

Pelo que me consta há uma marginal que vos une!!!

Típico do nosso povinho!


O importante ,aqui, é a tua foto...Magnífica!O barco em primeiro plano ficou fabuloso!

De "costas" viradas para a Póvoa de Varzim?!

Beijos.

Maria Emilia Moreira disse...

Conheço muito bem este lugar!
Rivalidade?! Porquê?
Cada uma tem um encanto diferente e segue caminhos distintos...
Podem completar-se e viverem felizes!
At´sempre.
M. Emília

Janita disse...

Olá, Manel!
Já tinha ouvido falar nessa rivalidade entre as duas cidades, que afinal têm tanto em comum.
Deve ser mesmo pela razão que expões: provincianismo bacoco que já vem de tempos ancestrais.
Em lugar de se entre-ajudarem tanto ao nível de turismo e pesca, rivalizam na tentativa de mostrar qual delas é a melhor. Lamentável...
Parvoíce dos responsáveis pela gestão das respectivas autarquias?
Tu que sempre viveste por aí é que deves saber!
Beijinhos.

lis disse...

Uma boa foto _ o local dos pescadores repousarem seus barcos.
Aqui no Brasil toda rivalidade vira piada_ cariocas e paulistas sempre se depreciando_ penso que não passa disso e Brasil e Argentina são ferrenhos rivais no futebol.
São pecuinhas de cidade grande !rs
Penso que as férias acabaram hem?
Ótimo, vamos trabalhar !!
meus abraços fc

La sonrisa de Hiperión disse...

Las barcas también mueren...

Saludos y un abrazo.

C. disse...

Fiquei surpreendida, desconhecia tal rivalidade.

aflores disse...

Tenho um primo de Vila do Conde e uma prima da Póvoa. Ás vezes sai 'bolachada' :))))))))))))))


Grande abraço


Continuação de boas férias.

Naná disse...

Passo-me com esses "acantonamentos" provincianos... as pessoas esquecem-se sempre que de que a união faz a força e que se alguém quiser conquistar, é dividir para o conseguir!

Remus disse...

Assim é a inveja e a rivalidade bairrista. Incompreensível para alguns e totalmente vivida por outros.

tossan® disse...

Bela foto do barco virado!

No fim tudo dá certo, e se não deu certo é porque ainda não chegou ao fim. Fernando Sabino
Abraço

Jorge Costa Reis disse...

Excelente fotografia.

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Maravilhosa, gostei muito!!

Custódia C.C. disse...

Tenho amigos em ambas, por isso sei bem do que falas. É que é estúpido mesmo !

Fábio Martins disse...

Belíssimo registo!

addiragram disse...

Rivalidades que servem de escape às limitações próprias que nunca são reconhecidas. Por todo o lado se vê essa bacoquice.

Marina Linhares disse...

Interessante e bela imagem.

Fatyly disse...

A foto, aliás todas estão fabulosas...mas falando da tua reflexão... graças a essas rivalidades é que Portugal não avança em termos cívicos, prosperidade e outras coisas mais!

Reinadi Sampaio disse...

Não só as cidades são assim... Também as pessoas...

Beijo meu amigo.
Flor.

Celeste disse...

È o país que temos. Não há interesse em acabar com essas rivalidades e o povo português está habituado ao comodismo, ninguem se mexe para nada.

Canto da Boca disse...

Pois sim! E cada uma com sua identidade, sem se sobrepor à outra!

Pérola disse...

Desconhecia a rivalidade.
São sempre maus os ódios de estimação. Para os próprios, principalmente.

Beijinho

Su disse...

Desconhecia essa rivalidade!

Elisa T. Campos disse...

Nada sei daí.

Bjs.