8.8.12

Uma fotografia por dia... nº 2694

 MFC - Pé de Meia
Vila do Conde, 2012

Um geometrismo claustrofóbico típico de um outrora convento e mais tarde de uma tutoria! Ambos lugares de reclusão. Um deles supostamente não forçado, o outro impiedosamente corrector! Não quero de todo imaginar as tristezas que povoaram aquelas paredes e que ainda hoje me constrangem ao olhá-las.

22 comentários:

AvoGI disse...

ui, realmente!
kis :=)

Susaninha disse...

GRANDE VERDADE...

Canto da Boca disse...

Impressiona, Manel...

cs disse...

Dói!
abç

Naná disse...

Há espaços e lugares que calam acontecimentos tenebrosos...

Fábio Martins disse...

Que cena macabra!

Tanita disse...

Parece que o edifício está a gritar para o acudirmos.

saboracasa disse...

outros tempos, dito e visto desta forma é bem macábro ...

Remus disse...

Um edifício que mete medo. Mas por outro lado, deixa-me completamente fascinado pelo domínio e valorização das linhas.

Margot Félix disse...

A imagem é forte e sabendo do que se trata, ainda mais.

cris photos disse...

Parece uma prisão , e literalmente é.

Beijos

Custódia C.C. disse...

Embora a foto seja muito bonita, causou-me de imediato arrepios!

Graça Pimentel disse...

As grades fazem um efeito lindo... visto de fora, claro.

Beijo e boas férias

Mona Lisa disse...

Sinto calafrios olhando reformatórios, casas de correcção e tutela de menores , etc...etc..."vendo" sempre os olhares suplicantes das crianças ali depositadas!

Este, apesar de ter sido um convento, apenas o vejo como reformatório.

Um olhar soberbo que "suplica"!

As "horríveis" grades são prova dessa dor!

Beijos.

Luna disse...

severo,triste,dorido
beijinhos

Gi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gi disse...

Aflige, sim.

lis disse...

Infelizmente qualquer beleza na arquitetura fica prejudicada.
Uma pena!

Eclipse com Amor disse...

Que medo...

Lua

Reinadi Sampaio disse...

Doeu-me na Alma ver essa imagem... lembrei meus tempos quando estudei interna... é tudo assim mesmo apavoranteeeeeeeeeeeeeeee...

Bem-vindo meu amigo.
Beijo.
Flor.

Pérola disse...

Tirando o gradeamento que não pertence à estrutura, aprecio as janelas ou portas altas, a pedra a ornamentar, as varandas.
Gosto destas casas de pé alto.
Quanto ao que lá se passou, só se pode imaginar.
A felicidade bem como a sua antagónica sentem-se por todo o lado, mesmo nas casas assimétricas.

Beijimho

Elisa T. Campos disse...

Me dá claustrofobia só de olhar. Mas é uma construção interessante.

bjs.