22.7.12

Uma fotografia por dia... nº 2677

MFC - Pé de Meia
Póvoa de Varzim, 2012
Hoje falaremos de sexo explícito. Sim, é óbvio que se trata de uma orquídea, mas não deixa de ser sexo explícito! Aliás de uma forma bela realmente natural expõem o seu androceu e gineceu. Tiveram a sorte de não terem um Deus que as cobrisse com uma parra e que nos negaria este deleite fantástico! Se o blogger descobre esta foto, ainda me põe aquele aviso "Estou ciente e quero continuar", por ser ofensivo dos bons e santos costumes!

44 comentários:

brisonmattos disse...

E VC GOSTA, HEIN?Não é a primeira vez que vc posta esse tema.rs

Marina Linhares disse...

Um belíssimo macro. Uma imagem deslumbrante.
Texto perfeito. Show!

Janita disse...

Pois olha, eu, então, "Estou ciente e quero continuar".
Não vejo necessidade de parra alguma e se aqui há sexo explícito ou implícito, estou a adorar a reprodução orquídeal...nem sequer sei se a palavra existe...
Ofensas aos bons usos e costumes são os casos de pedófilia em que a Igreja é conivente na ocultação dos factos.
Beijos e abraços.

Mona Lisa disse...

Eu me confesso:

"Estou ciente e quero continuar"...

Beleza e sensualidade nesta MAGNÍFICA foto!

Beijos.

João Menéres disse...

Deus não é para aqui chamado.
Sou catolico mas acho que deve haver respeito por todas as Religiões e por quem as pratica.

Um abraço.

Vítor Fernandes disse...

Na verdade Manuel ainda não sei o que é sexo não explícito. Ou é ou não é.
Mas fotos explícitas sei o que são. :)

Mena disse...

Linda foto! Também gosto da legenda!


Bj e bom Domingo

Ana Paula disse...

Deslumbrante beleza. Como deve ser com a orquídea e com o sexo.
Beijo

Gilda disse...

Lindíssima fotografia.
As orquideas são das flores mais belas e não esqueço as que vi nos pavilhões da Holanda, e como me perdi nos campos daquele Parque com 2 graus positivos, tudo em nome das orquídeas.
Como é que o Google poderia colocar a tal faixa nesta beleza?
Se Deus criou o Mundo criou a Natureza... se criou estas semelhanças que existem até mais acentuadas ainda, não devia ser ele a esconder e não o Google?
Tudo o que é natural é normal, só a maçã é que lançou tudo a perder.
Eu por vingança, devoro maçãs e delicio-me com elas.
Tenho uma maçã publicada no meu Blogue... será que o Google vai tapar?
Não me admiro pois já uma vez me escondeu quatro comentários que voltou a colocar quatro meses depois.
Mas não eram sobre sexo eram sobra política.
Pé de meia você tem arte para "macros".
Mostre-nos e queremos belas...!

Palavresias disse...

Por isso eu não publico meu poema "Amor solitário" fechariam meu blog por causa da "orquídea úmida, pronta para ser esmagada por sua masculinidade..." Ela tem sim, uma conotação sexual maravilhosa. E a imagem que escolheu é uma das mais lindas.
Beijokas doces.

Dri disse...

Foto divinal!

Fatyly disse...

Só sei que gostei da foto e da tua reflexão e o resto é paisagem!

Bom domingo

rouxinol de Bernardim disse...

A natureza tem destas coisas...

La sonrisa de Hiperión disse...

El centro mismo del universo, el centro mismo de una flor.

Saludos y un abrazo.

Jorge disse...

A imagem dispensa palavras!

C. disse...

Dos teus melhores postes honestamente. Amo, amo orquídeas.

Margarida Belchior disse...

...de uma beleza inimaginável!! ... uma liiiiiindíssima, sensível e delicada forma de falar e mostrar "sexo explícito"... de uma intimidade que se revela na harmonia e ternura da orquídea, da "Mãe natureza" ...

... tudo criações de Deus, em minha modesta opinião - que pode ter variadíssimos nomes, consoante as culturas e os lugares do planeta.

... já a parra foi lá colocada por mão dos homens, depois de comida uma maçã que lhes (nos) deu cabo da inocência.

... tudo em linguagens metafóricas e poéticas, onde às vezes os nomes e os saberes da ciência são convocados, como acontece aqui com o androceu e o gineceu - mas os saberes aqui convocados são outros.

:-))

Beijinhos grds, deleitados

Reinadi Sampaio disse...

Simplesmente bela!
Adoro orquídeas - uma "Poética Mulher" esculpida pela Natureza! E as tuas palavras fizeram-na ainda mais Mulher!
____________
"Estou ciente e quero continuar", por ser ofensivo dos bons e santos costumes!"

Em um dos meus livros consta um poema que fiz em homenagem à Psicanálise e com receio de ferir suscetibilidades... Nunca o postei. Revoltada, com toda essa hipocrisia social escrevi outro poema ao meu poema, e deixo-o aqui em homenagem ao teu 'post' - MAGNÍFICO!

____________________
A dimensão das palavras jogadas em um lago

(Prefácio em Poesia do meu livro "Ode ao amor")

Causará constrangimento? Vergonhas...?

A vergonha não será o termo mais correto
A vergonha não existe
O preconceito...
A moral...
E o conceito "juízo"
Isso que pode abanar as hostes.

Mas sempre o fizeram pela positiva e pela negativa
E sempre despoletaram emoções em todos os sentidos
Literalmente em todas as direções da cadeia emocional
Mesmo na racionalidade do "objetivamente"
Ao deslumbramento do "empírico"
Por isso vergonha não será o termo certo.


As palavras que mexem as emoções são como pedras
Atiradas no meio do lago:
Se forem suaves
As suas ondas serão na mesma proporção.

Se forem intensas...
Essas ondas arrastarão consigo desdobramentos
E se propagarão indefinidamente...

Agora se a pedra partir o fundo do lago
E provocar tsunamis...
Essa mesma pedra é varrida pela grandeza
Das ondas que cria.
E se descontrola...
Afetando tudo na sua passagem
Até mesmo o que a originou...

E tantas vezes as coisas se descontrolam...
É verdade que a natureza sempre se recria
Sempre arranja uma forma
De ré encaixar a harmonia em todos os universos.

As palavras são assim:
Tem esse efeito de pedra batendo no lago
A ondulação que provocam...
Será a que a natureza entenderá
Variando nas épocas...
Nas análises...
Nas mentalidades
Nos conceitos e na forma como são absorvidas?

Mas será sempre algo
Que foge ao controle de quem atira a palavra...
No meio do lago.

Entendo que nunca saberei qual a dimensão
Que a ‘pedra’ causará antes de atingir o lago.

Reinadi Sampaio.
__________________

Feliz domingo meu amigo.
Reinadi.

Justine disse...

Bem-haja as orquídeas, sem falsas modéstias nem hipocrisias...
(e a foto está deslumbrante!)

tulipa disse...

OLÁ MANUEL

Gosto de muitas imagens maravilhosas que aqui nos oferece.
Obrigado pela partilha.

GUIMARÃES estive lá há 15 dias
mas...como não páro de visitar tantos outros lugares e eventos, ainda não tive tempo de postar sobre a cidade-berço!

HOJE dediquei-me a mostrar algumas imagens que fiz na 5ª feira, quando visitei...

Até hoje - domingo, o espaço entre Santa Apolónia e o Terreiro do Paço foi palco de uma “cidade náutica”, acolhendo a regata The Tall Ships Races.
Foi possível visitar os 49 veleiros, gratuitamente.

Nos dias de hoje, é de louvar estas acções, em que eventos desta envergadura são gratuitos, para o povo poder visitar.

Nem o calor intenso impediu centenas e centenas de pessoas a sair de casa para visitar os veleiros da The Tall Ships Races.
Todos os dias tem havido milhares de visitantes.
Eu fui logo no 1º dia - 5ª feira:
saí do trabalho munida da minha máquina fotográfica, apanhei o metro, saí em Santa Apolónia e...
entrei pela porta nº 3, mesmo em frente estava o veleiro de Espanha, desloquei-me para a minha esquerda, onde havia outros, entre os quais o Vera Cruz - português!
Foi precisamente no Vera Cruz que entrei, foi o 1º que visitei - porque entre o veleiro de Espanha e o Vera Cruz havia outros que já tinha terminado a hora de visita às 17h - eu cheguei às 18h e andei por lá 2h 30m - até às 20h 20m.
Foi um tempo muito bem passado - nunca na vida tinha feito aquele percurso a pé, entre Santa Apolónia e o Terreiro do Paço, embora a última saída que tive do recinto, era junto ao Jardim do Tabaco.

Um abraço

Silenciosamente ouvindo... disse...

Simplesmente maravilhosa. Até hoje
não tive qualquer tipo de censura,
devo estar com sorte.
Bj.
Irene Alves

Existe um Olhar disse...

Uma macro fabulosa, a meu ver sem sexo explícito, cada um vê e interpreta como quer.Sem ofensas, sem falsos moralismos, apenas uma flor linda que a natureza não tapou com uma parra-;)

Beijos Manuel

Tiago Braga disse...

Uma fotografia muito mágica, bela! simboliza a paz, adorei ;)

Natália Campos disse...

Que linda fotografia. Amei!

Sara disse...

Gostei da ironia, finamente tecida em torno deste belo interior. Essa criatividade anda em alta! :))

Uma boa semana!

Custódia C.C. disse...

A foto está simplesmente maravilhosa!
E o blogger que não se atreva ...

Multiolhares disse...

Se Deus criou o sexo é porque ele também é divino, são os homens que inventam os tabus, que criam os medos as vergonhas somos nós que separamos o que é uno, linda foto

maria madeira disse...

Plantei orquideas amarelas por aqui, oferecidas por uma vizinha. Mas parece-me a mim que não lhes apetece dizer olá ao mundo. Estou triste, pois estou...

Blackye disse...

Gostei da ironia e da metáfora. É uma boa crítica a muitas imagens que são censuradas.
Já agora: linda macro!
Beijinho

Naná disse...

Um registo fotográfico absolutamente sem par! Fenomenal!

Gostei desta imagem de sexo explícito!

maceta disse...

gosto muito de gineceu...

Canto da Boca disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Canto da Boca disse...

(ainda bem e para a nossa sorte, que os deuses humanos e censores não frequentam o seu blogue. eu sou uma apaixonada por orquídeas a tal ponto que mandei tatuar uma "labiata" na minha nuca)

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Wow que delícia de foto... Porém, é tao bom vê-la pelos olhos de criança :)

satinveil disse...

O âmago
maravilhosa.

Blue

Remus disse...

Curiosamente a palavra orquídea deriva de orchis, que em grego quer dizer testículo.
Está tudo interligado.
:-)

Lilá(s) disse...

A foto está bem gira mas o texto, está o máximo, cheio de humor! e ok "Estou ciente e quero continuar"...~
Bjs

Elisa T. Campos disse...

Também parece "sapatinho" uma flor que eu tenho em casa.

Bjs.

Paula Nogueira Guerra disse...

http://photonoguerra.blogspot.pt/2012/07/beautiful-orchidea.html

Dedicado a ti, porque temos gostos muito parecidos :)

manuela barroso disse...

A beleza indiscritível da flor, na sensibilidade fantástica do fotógrafo.
E se a flor é, sugere, a imagem do que de mais belo há na Criação, essa arte, essa arquitetura tão exposta deixa de ser medíocre aos olhos dos que não sabem ler, para obrigar a ver a dignidade da vida com a dignidade dos olhos do Homem.
Sexo, Vida, Criação, acredite-se ou não, a Beleza que transcende a pequenez da compreensão humana. Por enquanto!
Beijinhos!

Márcia Maia disse...

uau! que foto maravilhosa!

um beijo daqui.

Eclipse com Amor disse...

Só tu para te lembrares disto...
Parabéns pela genialidade!

Lua

Miriam disse...

Nossa, você enxergou longe hein... Nunca havia olhado desta forma. Fantástico.

Ana disse...

Sou franca, adoro flores, mas as orquídeas não me dizem nada, talvez porque na minha zona há um certo fanatismo por esta flor e vêem-se varandas carregadas com elas. Além disso, como a maior parte do ano não dão flor, o resto do tempo está sempre igual, mas esta é a minha opinião.

No entanto, não posso deixar de elogiar a qualidade da fotografia que está para lá de excelente, parabéns e um grande beijinho :)