16.7.12

Uma fotografia por dia... nº 2671

MFC - Pé de Meia
S. João de Bastuço, 2012
Mesmo que não a visse, não me passaria desapercebida, tal era o cheirinho bom a madeira recém cortada que se desprendia naquele lugar. É preciso começar a precaver o Inverno... e tal como o marinheiro se abastece em terra, esta é a altura para começar a preparação para uma secagem que permita depois uma boa chama e aquele crepitar quentinho que, daqui a uns meses, tão bem nos vai saber.

48 comentários:

Paula Nogueira Guerra disse...

Tão lindo!!!!!!!

dade amorim disse...

O frio daqui do Rio não pode ser comparado com o que a Europa enfrenta. Mas neste ano o frio caprichou...

Beijo, Manoel.

Ana Paula disse...

Vou esperar pelo inverno de vocês e aguardar foto tão linda como esta com o crepitar quentinho!
Beijo

Anónimo disse...

Andam aos pares, as notícias de Lx e jrd com as cores e ironias de mfc.
Assim vos penso e visito com gosto (mesmo que não tenha outras paci~~~encias). Nem ciências nem canudos...
Abraço da bettips

Rute disse...

as tuas palavras quase conseguiram fazer com que sentisse o cheiro da madeira. Tens um poder descritivo de se lhe tirar o chapéu...;)

* Gostei muito do post

1 beijo

Mona Lisa disse...

Olhei a foto e vi...uma lareira! O fogo crepitava alegremente. Instintivamente me aconcheguei fascinada pelo ondular e brilho da chama e... divaguei...

Estou maravilhada com a simplicidade e beleza da tua foto!

Beijos.

Coquinhas disse...

A cor e a textura desta foto fascinam-me

Canto da Boca disse...

(e o replantio para os próximos invernos...)

;)

Adriana Aleixo disse...

Aqui em Minas Gerais estamos em pleno inverno, você bem viu em meu último post.
A imagem é linda, dá vontade mesmo de sentar em frente a lareira com uma xícara de chocolate quente à mão e meu amor do lado...
P.S.Pensando claro, que essa madeira será replantada.

Abraço, gosto muito de vir aqui e viajar nas fotografias.

Beijo!

Ela disse...

Já necessitamos de lenha para aquecer
aqui!

A melhor forma é estar as voltas com um fogão de lenha!
abraço

Adriana Riess Karnal disse...

já vejo o foguinho na lareira queimando a lenha. inverno europeu precisa!!!

Margarida Belchior disse...

... chegou cá o cheirinho a madeira recentemente cortada! Ainda há uns meses o consegui sentir assim ... tal e qual... É tão bom!!

:-))

Beijinhos grds, apreciadores

clutch and chic disse...

a nossa, já cá canta! andámos a recolher de casas que iam entrar em obras de reconstrução. devemos ter lenha para 3 invernos!!! boa semana!

HelLag disse...

o cheiro a madeira é tão bom, cheiro a terra, muito característico :)

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Estive a ver todas as fotografias para trás até à minha última passagem aqui, e simplesmente estás de parabéns! Gosto dos pormenores e do que sugerem.

Quanto a esta, se concordo inteiramente contigo sobre o bem que saberá daqui a uns meses, também nao deixa de ser verdade que quase exala o cheiro característico num dia de verão :)

Um abraço

O meu pensamento viaja disse...

Onde fica S. João de Bastuço, de que tanto falas?
É que eu ando à procura do Portugal desconhecido.
A foto, essa, está de mestre.
Beijo

Pérola disse...

Até já me tinha esquecido da lareira e do seu quentinho.
É incrivel como as condições meteorológicas nos condicionam, sem querer.
Um beijo.

Leninha disse...

Amigo Manel,

Amo o cheiro de madeira recém cortada,apesar deste ato não ser mais politicamente correto.Já morei em uma fazenda onde a serraria rescendia a cedros,jacarandás e ipês...
E uma lareira acesa é o que mais almejo neste inverno da serra onde habito.

Bjssssss,
Leninha

lis disse...

A fotografia é linda, o cheirinho da madeira também gosto e pelo tronco percebo quão linda foi a árvore! aí doí-me um pouquinho,o corte.
Certamente não há proibição em cortá-las ,aqui tem áreas totalmente impossível , seja para o que for.
Claro, que há cortes e cortes indevidos também ...
Como é por uma causa justa , fico torcendo para um inverno mais brando e menos árvores cortadas.
O nosso inverno é super gostoso, enfim,conseguimos tirar os casacos do fundo do armário rs
mas não precisamos de fogo...basta uns cobertozinhos !rs
só mais ao sul e na parte serrana o frio chega com mais intensidade,nada comparado ao do lado de lá do oceano onde mora um 'pé de meia' rsrs
curta o verão ok? com sol forte e lugares lindos pra passear, enquanto curto o inverno com chocolate quente... rs
abraço amigo

polittikus disse...

Muito para além do óbvio esta foto faz-me lembrar o Governo... "cortar, cortar, cortar..."

ZEKARLOS disse...

Ainda acho difícil pensar no inverno mas acho que tenho de fazer o mesmo :)
Abraço

Filha do Rei disse...

Preparar-se para a nova estação é sempre necessário.
Tenha uma abençoada semana. Bjs

saboracasa disse...

É assim mesmo ... lá por casa dos meus pais, corta-se e limpa-se os "eucaliptais" as partes cortadas coloca-se a secar - o inverno vai dar conta desta lenha :)

Tanita disse...

O meu sogro é escultor e faz imensas coisas em madeira, por ex. sobreiro. O cheiro que deitam aquelas peças é meio caminho andado para os sucesso.

Jorge Costa Reis disse...

E nessa altura ainda teremos dinheiro para a comprar ??? Oxalá !!!

Pretty in Pink disse...

Adoro esse cheirinho, só é pena não o ter por perto tantas vezes ;)

Beijinho*

greentea disse...

só mesmo na aldeia é que ainda se gasta lenha para aquecer, mas até dá geito dar destino aquelas arvores secas e queimadas por um ou outro raio, apodrecidas por um ou outro bicho que lá entrou...
fora disso, dói-me demais o corte indiscriminado de árvores tal como andam a fazer aqui em Sintra!

Silenciosamente ouvindo... disse...

Vejo muito isto por sítios por onde
passo. É sempre uma árvore que
morre.Bj.Irene

Remus disse...

Ou muito me engano, mas parece-me ser madeira de eucalipto. E sendo assim, podem corta-los à vontade.
:-)

A associação de madeira a ladeira, aqueceu o meu pensamento e coração.

Janaina Cruz disse...

O fogo pondo fim ao frio do corpo e da alma, amaria viver tempos assim, lareira, chocolate quente, um bom vinho e muita coisa na cabeça...

Abraços meu querido e ótima semana pra ti.

mjoaob disse...

Gosto tanto de fotos de texturas. :) bjinho

Fábio Martins disse...

Só me dá é pena do abate das árvores...

maria madeira disse...

Lareira e cacau quente...existirá algo melhor? Não me parece.

greentea, não é só na aldeia que ainda se gasta lenha para aquecer. Eu não vivo na aldeia e a lareira existe e gosto mais do que de ar condicionado.

Saltapocinhas disse...

também gosto, especialmente do cheiro!

luadecristal disse...

adoro lareiras e ver o crepitar das chamas é tão envolvente, tão tranquilo. pena que não tenho.
beijinhos

Palavresias disse...

lEMBREI DA FÁBULA DA CIGARRA E DA FORMIGA! PROVER É MELHOR!
BJKS DOCES

Lacorrilha disse...

Eu sou uma triste, não tenho lareira. Mas hei de ter um dia, faço questão disso. Acho que criam um ambiente muito acolhedor e romântico.

anamar disse...

E, São Simão da Junqueira veio-me à memória.
:))

manuela barroso disse...

O calor humano é insuficiente
Parasitámo-lo na alma vegetal
A fotografia de tão real, dói!
Beijo!

Maria Emilia Moreira disse...

Precisamos de abatê-las, é certo, mas deveríamos ter o cuidado de plantar em dobro. Há por aí tantas incêndios a devorá-las! Um abraço.
M. Emília

maceta disse...

coisas (boas )da Natureza...

L.Reis disse...

Hum...e é então que ainda vai cheirar melhor!!Digo-o eu que tenho que me aquecer com um reles aquecedor a óleo, sem graça nenhuma!

Existe um Olhar disse...

Homem prevenido...gostei da foto, gosto cheiro da lenha e só de lembrar que no Inverno vou sentir o crepitar dela, já sinto saudades, mas entretanto vamos aproveitando este calorzinho e apreciando mais uma bela foto.
Beijos Manuel

Reinadi Sampaio disse...

Gosto de sentir o cheiro da madeira, o calor que dela emana - maravilhoso!

Aqui é inverno, mas, na minha cidade só precisamos de um cobertor para nos aquecer .o frio - gostaria de uma lareira em minha casa - ficar deitadinha, ver as chamas, tomar um vinho, ler, escrever... aconchego.

Beijo,
Reinadi.

Graça Pimentel disse...

Esta linda fotografia tem mesmo cheiro a madeira acabada de cortar.

Beijinho

Fatyly disse...

e lá ando eu tipo formiga...a apanhar os que posso quando fazem a limpeza dos pinhais e os deixam empilhados para quem quiser levar. Por vezes a troco de uma cerveja (ando sempre com duas no carro, peço para serrarem mais pequenos de modo a caberem no meu bolinhas. Agora serrar só os pequenotes, mas grão a grão enche a galinha o papo.

O que não fazemos pelos filhos...

Elisa T. Campos disse...

Depois do cherinho de madeira recém cortada veio o cheiro apetitoso de um churrasco. Aqui está fazendo muito frio. Ficaria bem agora ficar próximo de um fogo crepitando.

AnaMar (pseudónimo) disse...

fANTÁSTICA FOTO, POR TODAS AS RAZÕES.
Porque é bela, porque mostra que as árvores são seres vivos, que nascem reproduzem-se e morrem. E que uma floresta com uma gestão sustentável é a palavra de ordem, para que o Homem conviva com a mesma e saiba retirar dela o que precisa, sem a 'exterminar' (amigos leitores, já repararam o que as florestas nos dão, para além do oxigénio e espaço de lazer? É um 'produto' renovável, ecológico e a nossa vida assenta na gestão das mesmas...não fiquemos triste com uma árvore abatida. Essa mesma árvore que chegou ao fim da sua explorabilidade, vai dar-nos (já nos deu:-) berço, carteira de escola, livros, cadernos, barcos, casas, alimentos...ou seja, desde que bem gerida, as florestas são bens inesgotáveis de riqueza.
Abraço