5.6.12

Uma fotografia por dia... nº 2630

MFC - Pé de Meia
Porto, Palácio de Cristal, 2011
Vai indo, que ainda fico aqui mais um pouco! Quero sentir tudo... ouvir, ver, cheirar, tocar a água e desfazer as pequenas correntes superficiais, formando umas outras. Quero estar a sós comigo e com ela, cúmplices totais neste cenário edílico. Há momentos que não são partilháveis... a água não o compreenderia!

45 comentários:

Lilá(s) disse...

Mas olha que eu senti a partilha...
Bjs

Mona Lisa disse...

Há momentos assim...compreendo-te!

Enganas-te! A água gosta de partilhar...

Magnífica foto! Sente-se o "dançar" da água, embalado pelo "canto" do repuxo!

Beijos.

Paula Cristina disse...

que saudades de você.
Bom finalmente, acredito que agora consigo atualizar diariamente .

beijos. ♥

Margarida Alegria disse...

A água reconcilia-nos com tudo!
Mais uma foto refrescante e reflexiva...
Beijos

Maria Emilia Moreira disse...

Uma bela foto!
Ouve-se o riso cantante da água a cair.
Um braço da M. Emília

lis disse...

Mfc já dizia o poeta - 'quando a natureza se revela amante ...' precisamos ficar a sós.
Uma exuberância que transborda não e?
Linda fotografia,percebo olhares mais abertos à paisagem fc, mais largo intenso poético.
Que bom!
aquele abraço!

João Mourão disse...

Sempre a água, plena de serenidade.

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Lindo detalhe fotográfico!
Abraço.

Margarida Belchior disse...

... esses momentos de comunhão com os elementos que nos rodeiam são absolutamente necessários e regeneradores - como te compreendo.
:-))
Uma maravilha de foto e de comentário.

Beijinhos grds, regenerados

greentea disse...

é por isso q gosto tanto da água ...

abspinola disse...

Uma foto refrescante e cheia de encanto como sempre.
Bjstos

Graça Pimentel disse...

Tudo maravilhoso. Não posso dizer mais nada.

beijos

SOL da Esteva disse...

O pormenor do repuxo e da água (magnífico) levam-nos para "dentro" das tuas palavras cúmplices.

Abraços

SOL

Janita disse...

Hoje já me apetecia mergulhar aí os pés! Um de cada vez, claro.
Mas qual vai indo, Manel?!
Só se for por ti, porque por ela -a água - quanto mais admiradores melhor! Ela gosta de se dar e ser partilhada.
Um dia destes vou de novo ao Palácio...

Beijinhos.

XS disse...

Tão gira!!!

Z.M.Z. disse...

Quem sabe...!?

Natália Campos disse...

Belíssima foto. Quanta instantaneidade! :D

Maria de Jesus Lourinho disse...

Fresquinho bom. Desculpe mas partilhei, metediça que sou.

joão l.henrique disse...

Fotografia refrescante com texto no ponto...

Um abraço.

O meu pensamento viaja disse...

UAU!!!
Que imagem espetacular.
Beijo

A Minha Essência disse...

Oh homem! Já te disseram do teu talento? ;)

Pérola disse...

'Cúmplices totais neste cenário edílico'-Sinto dificuldades em acompanhar-te porque: 'não há momentos partilháveis' e 'a água não o compreenderia'.
Afinal quem é o cúmplice?

Como te compreendo nesse agarrar de momentos únicos!

Um beijinho.

P.S. Peço desculpa por comentar com base nas tuas palavras, mas deixaste-me a pensar...confusa.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Gostei hoje estava muito sentimental.
Bj.
Irene

Remus disse...

E depois de ficar assim longos momentos a contemplar este jacto de água, não ficou com vontade de urinar?
:-P :-P

Em termos fotográficos, noto que estas últimas fotografias (tiradas em 2011) existe um salto na qualidade dos enquadramentos, em que a regra dos terços domina.
Parabéns.

Leninha disse...

Manel amigo,

A água sempre nos faz lembrar partilha,dádiva,troca...
Belíssima foto,como sempre.

Bjssssss,
leninha

Fuzzy and me disse...

linda foto aqui tão perto de mim :)
A água compreende e bem ...
bjs
Paula - saboracasa

Fuzzy and me disse...

linda foto aqui tão perto de mim :)
A água compreende e bem ...
bjs
Paula - saboracasa

bA disse...

... o marulhar do silêncio e baixinho, muito baixinho, like a bridge overb troubled waters...

:.tossan® disse...

Este pensamento é verdadeiramente profundo mesmo. Ficar só pelo momento e só pelo momento, depois compartilhar. Gostei da foto. Abraço

AvoGI disse...

quem nao adora agua? ou somente mexer na água?
kis .=)

manuela barroso disse...

Um lago e a paragem no tempo acordado com o arrepio da água. Formula para ouvir o silêncio de nós.
Beijinho

luisa disse...

Sou fã destes detalhes fotográficos :)

AF disse...

concordo. há momentos só nossos! ,)

Beu, a Ruiva. disse...

Hum ... é tão bom poder estar connosco e com a água ... o som é relaxante :)!
Beijinho

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Momento Malato: Já fui tão feliz nos jardins do Palácio de Cristal!!!

Tanita disse...

Por detras da minha casa passa uma ribeira, vinda directamente do coração da Serra de Sintra, adoro quando me deito, respiro fundo, digo o "aré amanhã" e fico naquele silêncio a ouvi-la passar, sem parar, num som contínuo, constante e tão reaxante...sabe bem terminar assim os meus dias.
Bj**

mundoacores disse...

linda, linda!
:)

Reinadi Sampaio disse...

Gosto de ficar aqui apreciando esse lago - traz-me uma paz muito grande - meu olhar acompanha cada onda e meu pensamento viaja...
[...]
Como um prenúncio trazido pelo vento! Almejado pelo assombro entre dois pontos distantes, onde o destino se faz entre eles, sem a percepção de em qual começa e em qual acaba...
Fica ao imaginário individual, o alinhamento das inspirações, como uma pedra caindo no centro de um lago, que gera ondas sutis que percorrem distâncias impressionantes e fica uma interrogação... Quem é a pedra... Quem é o lago? Que distâncias percorrem as ondas? Que influencias recebem? Ou que influências produzem quando da sua passagem!?
E as imagens que se destorcem e se focam de novo, mas, que com a mesma fé, de um velho lobo do mar, sabe, porque assim acredita: que todas as ondas chegam ao seu destino, a um porto seguro... E tocam todos os sentidos... E recriam uma harmonia, que quando vivida, enaltece a alma!
[...]
(Fragmentos de meu texto Deliciosa confusão)

Um beijo meu amigo.
Flor.

Reinadi Sampaio disse...

E fica uma pergunta no ar...

Então, afinal, que distância têm dois pontos distantes, se, se tocam!?

Beijo fraterno meu amigo.
Flor.

© Piedade Araújo Sol disse...

a revolta da águas...

maceta disse...

quem ensinou à água os concêntricos?

Fatyly disse...

Identifico-me totalmente quer na imagem aquer nas tuas palavras!

Ana disse...

Linda fotografia e lindas palavras :)

Vanessa Gonçalves disse...

Que lindooo:)

Elisa T. Campos disse...

Me leva a muitos devaneios.
Bjs