27.5.12

Uma fotografia por dia... nº 2621

MFC - Pé de Meia
Porto, 2011
Este é um mundo de contrastes. Por um lado o imobilismo trágico-cómico da igreja ao fundo, por outro o símbolo de um mundo em mudança exacerbada. E no centro de tudo isto estamos nós estupefactos a desejarmos apenas que a razoabilidade possa ter um lugar ao sol.

Até dia 29/05 estarei impedido de retribuir as vossas simpáticas visitas.
Até lá o blog sairá conforme agendamento programado.

32 comentários:

Reinadi Sampaio disse...

Eu, particularmente acho bonito!
Recorri a um texto que muito gosto, à respeito de coisas estranhas às nossas experiências:

"Não existem pássaros"
Estas conversas sobre coisas emplumadas, voadoras,
Que ouvimos dos oráculos,
Estas histórias que nos contam de peixes com asas,
São todas alegorias.
Como parábolas e palavras místicas,
Não há dúvida; mas se a gente quer fatos,
Não existem os tais pássaros"
(Conversa entre dois peixes sobre a absurda informação de que existem criaturas tais como os pássaros - Publicado em Lyrical Poetry)).

Beijo fraterno.
Flor.

Mona Lisa disse...

Um mundo de contrastes e contradições, um mundo sem rumo em que somos autênticos "tolos no meio da ponte", olhando, anestesiados, para os LOUCOS!!!

Belíssima foto em perfeita analogia com o texto.

Beijos.

Margarida Belchior disse...

... tu hoje provocaste em mim uma reflexão introspectiva: como é que tudo isso se reflecte em mim? ... o imobilismo, a mudança e a razoabilidade ... fiquei a pensar.

:-))

Beijinhos grds, pensativos

João Menéres disse...

Não entendi o > imobilismo trágico-cómico da igreja ao fundo <...


Um abraço.

Fatyly disse...

De facto é "um mundo de contrastes"...e subscrevo, embora diga que sempre existiu estes "simbolos" de "mudança exacerbada" que não gosto mas respeito quem goste e pratique ou use!

Jorge disse...

O imobilismo de uns, o exibicionismo de outros e o "laisser passer" dos demais, são uma mistura combustível, que originam uma força motriz que apenas faz rodar, não avançar!

Magia da Inês disse...

♫♫♪¸.•°`
Retrato da realidade.
Bom domingo!
Boa semana.
Beijinhos.
Brasil°º✿
¸¸.º°❤
°º✿

Adelina Silva disse...

Não me lembro de ver Sto. Ildefonso tão concorrido... excelente!

Sara disse...

Ontem, ao passear pela Braga Romana deparamo-nos com um conjunto de tendas para leitura de mãos e tarot mesma na Rua atrás da Sé de Braga. Achei curioso: o sagrado e o profano em convivência aparentemente pacífica.
Boa semana!

Sofia disse...

Grande crista. :)
Beijinho e bom domingo.

La sonrisa de Hiperión disse...

Eso si que es una cresta en condiciones...

Saludos y un abrazo.

Maria de Jesus Lourinho disse...

Juro que ma assustei mas, na volta, é capaz até de ser uma excelente pessoa. A mania das aparências!

Janita disse...

Com o mundo em constante e exacerbada mudança, como dizes, duvido que haja um lugar ao sol, para o que quer que seja!
Tanto mais que o conceito de razoabilidade é muito subjectivo.
Amigo Manel, vamos aceitar as mudanças, logo que elas não nos tragam mais guerras e violência.
Já te esqueceste do movimento hippie dos anos sessenta?
Depois, a beleza do mundo está precisamente na diversidade e nos seus contrastes.
Se queres saber, eu já não fico estupefacta com coisíssima alguma!

Beijinhos

lis disse...

E ai de alguém achar feio! rs acionam logo a lei do preconceito,patrulhando o o que pensamos ou não a respeito.
De verdade,se pensarmos bem não é tão assustador como o descalabro total dos homens que se vestem de paletó e gravata e andam a roubar o nosso dinheiro acintosamente, sem que ninguém os incomode!
Estupefatos sim fc mas enquanto tivermos o sol a chuva o mar a noite e a poesia quem sabe nosso olhar ganha ares punk ? rs
um abraço de sempre.

hfm disse...

O lugar ao sol é que parece mais difícil!...

Justine disse...

Bela foto!O mundo é mesmo feito de contrastes...

Manuel Luis disse...

Sinais de mudança! É mesmo para chamar a atenção, a igreja já existia.

Fábio Martins disse...

Mesmo com esse estilo e cabelo não quer dizer que o rapaz não seja cristão :)

Pérola disse...

A razoabilidade só reside na mente de cada um de nós. Não tem existência ou identidade própria.
Para o homem fotografado a razobilidade será muito diferente da tua ou da minha.
Tudo relativo...
E, Viva as diferenças!
Como seria hediondo um mundo liderado por uma qualquer massificação ou pseudo igualitarismo.
Um beijo e bom regresso!

Eli disse...

No meio disso tudo, que haja paz.

Elisa T. Campos disse...

Se ele é feliz assim é o que importa.
Gosto da sua captação

bjs

manuela barroso disse...

Embora não aprecie, a beleza está no conceito que dela fazemos.
E que incoerêcia com a igreja ao fundo?
Belo mesmo é a tolerância.
Beijinhos

:.tossan® disse...

O sujeito é um não sei o que, mas a foto é fantástica! Abraço

Existe um Olhar disse...

Mundos diferentes e vidas que se harmonizam num todo, quando aceitamos as diferenças, por mais inusitadas que elas pareçam.

Beijos
Manu

Naná disse...

Mfc, uma foto brutal com um texto fantástico a acompanhar!

Graça Pimentel disse...

Acho sinistro, acho pouco prático, acho que não favorece ninguém, ...

O problema está na subjectividade da "razoabilidade"...

beijo

Remus disse...

É impossível não soltar um sorriso e não pensar no tempo que ele deve perder todos os dias para se pentear.
Ou então ele dorme em pé...
:-)

© Piedade Araújo Sol disse...

original.

gostei!

beij

maceta disse...

se este tipo investe fura o pessoal...

Paula Nogueira Guerra disse...

Adoro o penteado :)

Paula Nogueira Guerra disse...

Adoro o penteado :)

Tanita disse...

uuuuuu radical :)