22.5.12

Uma fotografia por dia... nº 2616

MFC - Pé de Meia
Porto, 2011
Ressalta do velho casario (como diz o Rui Veloso nas palavras do Carlos Tê) que a envolve, impondo-se na paisagem da cidade. Vê-se daqui e dali. Não se esconde... pertence à cidade! É também a cidade. O Porto não seria, arquitectonicamente falando, o mesmo sem ela! Embora pudesse (e devesse) prescindir da religião que ela incorpora.

Até dia 29/05 estarei impedido de retribuir as vossas simpáticas visitas.
Até lá o blog sairá conforme agendamento programado.

23 comentários:

Ângela Almeida disse...

Tenho uma mto idêntica tirada de uma janela da Cadeia da Relação :)
É belo o casario do Porto :)

Mona Lisa disse...

Vou ter que discordar.

O edifício/Catedral, nada tem a ver com a fé de cada um(são parte da nossa história , onde se inclui a religião/igreja, quer gostemos ou não ), não sendo impedimento à beleza arquitectónica de qualquer localidade, neste caso, a cidade do Porto.



Adorei a foto. Um ângulo fantástico que salientou a imponência desta fascinante Catedral.

Beijos.

João Menéres disse...

Se não fosse a Religião Católica, não havia a Catedral.
Prefiro blogues que não metam Política, Futebol ou Religião.
Cada um tem a sua "fé" e não vale a pena procurar polémicas...

Um abraço.

Fatyly disse...

Que maravilha de foto e subscrevo o que dizes...mas o seu a seu dono e não há como fugir e só professa quem quer.

Margarida Belchior disse...

... é assim a história da humanidade: cheia de belíssimas construções que concretizam as crenças de cada época e o poder, não lhe podemos fugir - é assim a natureza humana.

As construções de hoje deixam ver outras "crenças", as comunicações e as deslocações (pontes, autoestradas, aeroportos, ...) ao lado de bancos e estádios de futebol - são outras as catedrais.

... e que fazer?! ... ;-)

Beijinhos grds, alfacinhas (cá também há casarios lindos!)

Pérola disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria de Jesus Lourinho disse...

Esta austera Sé é bem a imagem duma cidade desenvolvida à volta dos valores austeros da burguesia.
Daqui se conclui que nada é preto ou branco, e a austeridade pode ser bonita.

Janita disse...

Entendi perfeitamente o que quiseste dizer e não vou "crucificar-te", só porque na última frase manifestas a tua livre, embora utópica, opinião sobre a religião, que considerarias prescindível em algumas maravilhas arquitectónicas.( neste caso a imponente Sé Catedral da cidade Invicta).
Se a Democracia nos trouxe o benefício da liberdade de expressão, que eu saiba, ela estende-se a todos os sectores e a todos os cidadãos.
Para quê defender, aqui, teses sobre o assunto?
Vai mandando as tuas fotos e textos...

Beijinhos.

Anjo De Cor disse...

Gosto muito da Sé do Porto mas é um gostar arquitectonico, gosto dos vitrais, da arquitectura, das estatuas... Bela Sé do Porto ;)

jorge esteves disse...

A legenda é mais provocatória do que fracturante. Parece-me. Por isso, distraí-me: a olhar para aquele mamarracho (para quem não sabe, aquele 'paralelo' do lado esquerdo), apelidado de 'A Casa dos Vinte e quatro', que não era ali, e, quase encoberto, a memorável estátuta do 'Porto', que a tanta coisa assistiu, na Praça Nova, agora ali, de castigo, virado para a parede!...
Valha-lhe Nossa Senhora da Silva!
(e perdoa-me esta religiosa prece)
abraço.

Paula Nogueira Guerra disse...

Infelismente não sou grande fã da cidade do Porto... e da religião então é de fugir. Mas há que respeitar a fé de cada um e no que cada um acredita. Eu acredito em algo superior nunca numa instituição (muito menos a católica).

Mas a fotografia está linda (como sempre)

Bjs docinhos

AvoGI disse...

Porto a minha paixão
kis .=)

Mar Arável disse...

Cá estarei

Graça Pimentel disse...

Já fiz duas visitas guiadas mas no dia 1 de Junho vou fazer outra. Esta vai ser orientada por um franciscano e eu estou curiosa por ver o mesmo monumento à luz da "religião".
Uma visita guiada à Casa da Música feita por um guia ou por um músico é completamente diferente. Tive a sorte de viver essa rica experiência.

Beijos

manuela barroso disse...

Belo monumento num ótimo enquadramento fotográfico.
E sentir segurança na nossa fragilidade humana só o granito da torre e o aço das pontes!
O silêncio da auteridade das ogivas, completa-me!
Beijinhos!

Lilá(s) disse...

Conheço pouco do Porto, acho que estou em falha! e muito...é imperdoável!
Bjs

luisa disse...

Muito bonito.

Eli disse...

O Porto esconde e revela verdadeiros monumentos a cada esquina, em cada rua...

Margarida Costa disse...

Em relação à religião, ainda procuro a minha fé... A foto, LINDA como todas! Beijinhos

Tanita disse...

Gosto tanto, tanto tanto do Porto!

Menina no Sotão disse...

Viajei em perdidas lembranças. rs
Bacio

Elisa T. Campos disse...

Estupenda arquitetura do Porto
Gostaria de conhecer.

Um bom domingo
bjs

© Piedade Araújo Sol disse...

a foto é belíssima.

beij