12.5.12

Uma fotografia por dia... nº 2606

MFC - Pé de Meia
Porto, 2011

Quando nos lembramos dos palhaços, surge-nos logo a imagem do palhaço pobre e nunca a do palhaço rico! Ele era-nos mais próximo e encarnava as dificuldades porque passávamos. Por outro lado também materializava um certo sentido de justiça e por isso nos sentíamos mais irmãos dele. Onde é que tudo isto se perdeu?! Que fizemos de nós?!

Até dia 29/05 estarei impedido de retribuir as vossas simpáticas visitas.
Até lá o blog sairá conforme agendamento programado.

32 comentários:

anamar disse...

Boas férias...
Beijoca, Manel

Evanir disse...

Estou com saudades notei sua ausência vim até você.
Boa pergunta onde isso se perdeu?
Que fizemos nos?
Eu sempre achei cada um de nos temos um amor especial pelos palhaços.
E no fundo de cada um de nos somos palhaços para sobreviver muitas vezes.
Até a volta beijos paz e luz.
Evanir.

Margarida Belchior disse...

... mas que divertido que ele está!! é fantástica a boa disposição que mostra!! ... e ajuda-nos a lembrar do sentido de justiça e a fraternidade, sem dúvida.

Uma maravilha de foto e de comentário - como tu já nos habituaste.

Beijinhos grds, bem dispostos

Fábio Martins disse...

Mas o mais divertido aposto que é o palhaço pobre pois tem de ganhar a vida daí e vai-se esforçar mais :)
Apesar de não achar que está totalmente nítido, conseguis-te captá-lo num momento cómico :)

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

O importante é que vá aparecendo por aqui
Abraço

Mona Lisa disse...

Vi-os sempre como imagem de humor, forçado, fazendo rir a pequenada tanta vez com a alma dilacerada.

Olhando a tua FANTÁSTICA foto vi a imagem do nosso povo.
PALHAÇOS num CIRCO armado por POLÍTICO!!!

Beijos.

Mona Lisa disse...

Emendando...

Políticos.

Beijos.

:.tossan® disse...

Me identifico, mas só com a foto! Sou dos antigos palhaços. Abraço

lis disse...

Particularmente e nao sei o motivo real, não gosto de palhaços.
Talvez por sabe-los fazendo algo em que não acreditam.
a foto está hilária.
saudade e abraços

Sahara Higino disse...

Revestindo a veste suja
Dos que emendaram a vista.


Fico a seguir, meu caro!

Pecola disse...

Parece um retrato dos dias de hoje.

maria madeira disse...

O palhaço rico era muito sisudo. Demasiado sisudo e antipático. Eu fugia dele a sete pés.
A foto é excelente, toda esta mistura de cores, que transmite vida e alegria, é como que uma contadição ao estado do palhaço, que é pobre.

Maria de Jesus Lourinho disse...

A pergunta seria:o que fizeram de nós? Fizeram-nos todos palhaços e pobres.

tulipa disse...

Desejo-te um agradável fim de semana
e óptimas férias!

Continuo os posts sobre a minha viagem
quando quiseres acompanhar já sabes que terei muito gosto em ver-te pelos MOMENTOS PERFEITOS.

Felizmente o Amigo António Cambeta vai-me dando algumas dicas, bem importantes.
...
Pois, eu sozinha em Bangkok
sem ter quem me orientasse
...
Para quem nada conhece,
como é o meu caso,
não me perdi
e sozinha lá fui explorando
o que havia por perto
na rua do Hotel.
...
O Amigo Cambeta explica que é
a Deusa da Misericórdía.
...
Não tinha quem me explicasse
e agora para fazer os posts
no blog, nas pesquisas que faço
só encontro artigos escritos em inglês,
por isso transcrevo-os para o blog, mesmo em inglês.
Percebi que essa fundação está ligada a um Hospital.

Deu para perceber que os chineses são muito unidos e prestam imensa ajuda à sua comunidade e não só.

Abraço amigo da Tulipa (Ester)

addiragram disse...

Um esplêndido post que sintetiza muito bem este rumo negro em que estamos mergulhados.
A foto é muito boa!

La sonrisa de Hiperión disse...

Un payaso a flor de calle...

Saludos y un abrazo.

Fatyly disse...

Mas perdeste? Por eu não...e palhaço rico ou pobre que faça rir é sempre tão gratificante:)

Mas onde os encontras mais? No circo...pois nunca gostei de circos e admiro o trabalho deles é nas ruas a surpreenderem tudo e todos e na Rua Augusta em Lisboa existiam vários.

Boa ausência:)

Janita disse...

Havia, na verdade, por parte da criançada,um sentimento solidário em relação ao palhaço pobre.
Era ele quem apanhava os "cascudos" do palhaço rico e o seu trage não brilhava coberto de lantejoulas.
Hoje, esses palhaços de rua, tão, ou mais, desolados do que os palhaços pobres do circo, já não contam com nenhum sentimento de irmandade, de união e justiça social.
Foi esse sentimento solidário que se perdeu... talvez, porque todos tenhamos, actualmente, um pouco de palhaços pobres...vivendo num pobre País governado por palhaços ricos...

Beijos, Manel!

Pérola disse...

O palhaço pobre sempre se apresentou como o mais divertido, o mais trapalhão e fazia rir. Como o palhaço rico envergava uma postura de maior sensatez e do que é correto, pelo menos socialmente, nós preferimos os comportamentos do pobre. Dificuldades já nos bastam os quotidianos, queremos é sonhar.
Se encarnava mais justiça? Nunca tinha pensado sob esse prisma.
Um beijinho.

Turista disse...

Amigo Manel, tens um selo para ti, lá na Turista. :)
Beijinhos

Ana Martins disse...

MFC, boa noite!
Pois, não sei bem porquê mas ainda hoje engraço mais com o palhaço pobre, e a verdade, é que normalmente ele é o que tem mais graça.

Beijinho,
Ana Martins

Elisa T. Campos disse...

Hoje me sinto assim e prefiro a imagem do palhaço pobre.
Bjs

A Luz a Sombra disse...

Sinto muitas vezes que estou a fazer figura de "palhaço", e nunca gostei de palhaços, fossem ricos fossem pobres.
Admiro e muito, quem tem essa profissão, muitas vezes a fazer rir, com vontade de chorar.
Hoje há muito palhaço, e encontramo-los dia a dia.
Há poucos dias encontrei um em Lisboa, muito parecido com este, foquei a imagem para fotografar, e
não fui capaz de o fazer.
Depois de tantas fotografias que vi tirar-lhe reparei que não tinha na caixa que o acompanhava nem um centimo.
Os palhaçoz ricos não ajudavam o pobre que foi sempre o que apanhava as bofetadas.
E continua a apanhar... e eu continuo a não gostar e a admirar-los.

Parapeito disse...

...eu nunca fui grande apreciadora de palhaços...em criança tinha medo deles...

E depois há por ai mtos palhaços que nao tem piada nenhma...sejam ricos ou pobres...
brisas doces**

Paula Nogueira Guerra disse...

Lá se vai a imagem LINDA que se tem de um BOM palhaço :S

Menina no Sotão disse...

Eu juro que tentei me ater as palavras, mas não consegui, porque eu detesto palhaço desde a infância. Rs
E aquela imagem me calou no sentido de querer gritar e ser obrigada ao silencio.

Bacio

Margarida Alegria disse...

Como tens razão! Onde está o nosso respeito pelos verdadeiros palhaços, que não estes tristes palhaços ricos que nos desgovernam e cercam?
Voltem, "Batatinha" e "Croquete"! (o rico nem tinha nome, pois não? Era como os anónimos Mercados...).
Beijos

Fabricio K. Ramos disse...

Boas férias para você. Aproveite e quando voltar nos mostro como foi interessante sua saída.
Beijo.

Anna^ disse...

Hoje em dia , acho que de palhaço todos temos um pouco.

Naná disse...

Não sei porquê, quando penso em palhaços, vem-me à ideia o Batatinha e o Krusty!

Remus disse...

Por momentos, este palhaço fez-me lembrar o José Raposo.
:-)

Mas um palhaço a fumar, não é assim uma atitude muito educativa para as crianças.
:-)

Eli disse...

Os palhaços não me dizem "grande coisa", para não dizer "nada"...