24.5.12

Pensamento do dia... (profundo)

O homem comum fica furioso se lhe disserem que o pai era desonesto. Mas envaidece-se se descobrir que o avô era um pirata.

9 comentários:

Sylvio de Alencar. disse...

Vai entender... Até porque é muito difícil um desonesto fazer um gajo andar sobre um pedaço de madeira antes de afundar no mar. Né?

Abraços!

João Menéres disse...

Certo, SYLVIO !

Só em Palavras disse...

Ahh será?
Sei não...
É que pirata era de outra
dimensão.
Sei la...rsrs
Vim deixar um bj,
te ler
e chamar pra ir la no blog..vai?

Marly Bastos disse...

kkkkkkkkkkkkkk pois é sr pé de meia, a forma de se roubar é que faz toda a diferença. E o nome também é melhor, quando se usa pirata!
beijokas doces e volta logo, ja estou com saudades!

Pérola disse...

Fiquei na dúvida: todos oa piratas são desonestos?
Ou podem ser sinónimos?
O pirata pode ser desonesto, mas quando a palavra 'pirata' é pronunciada vem à ideia a excitação da aventura, de saber com o que se pode contar (um pirata nunca segue es regras), será?
Este pensamento levanta-me muitas questões.
Um beijo

Margarida Belchior disse...

... penso por mim, não seria capaz de me envaidecer com um avô pirata ... mas é como em tudo, só passando pelas situações ...

:-))

PERSEVERÂNÇA disse...

Muito legal esse pensamento.
Apareça, bj

Maria de Jesus Lourinho disse...

E os homens não são cheios de contradições?

© Piedade Araújo Sol disse...

não quero um avô pirata, não pode ser banqueiro?

ahahah