3.4.12

Uma fotografia por dia... nº 2567

MFC - Pé de Meia
Lindoso, 2011
Esta arquitectura é absolutamente notável. A orientação dos espigueiros para protecção dos ventos dominantes; o desenho dos elementos de suporte (notar aquele elemento circular que encima o pilar) para impedir a rataria de aceder aos cereais; um sistema de ventilação perfeito para os dias quentes... tudo foi pensado com uma sabedoria extrema.

50 comentários:

Sofia disse...

Realmente, foi tudo muito bem pensado. Não fazia ideia disso.
Tenho um amigo que lhes chama canastros em vez de espigueiros. :)

Beijinho*

Lacorrilha disse...

E o que eu adoraria visitar esse local e fotografar os espigueiros. Um dia destes dou lá um salto.

Mona Lisa disse...

Arte e engenho baseados na sabedoria popular.

Um post Soberbo. Instrutivo! Aprendi!

Um dia tenho que vê-los ao perto.

Adorei a foto.O P&B torna-os reais!

Beijos.

abspinola disse...

Perfeito a foto e o texto
Tenho uma foto identica dentro dessa perspectiva
Magnifico local que pretendo novamente is o mais depressa possivel
Bjstos
Boa semana

Rute disse...

...e já disseste tudo! São realmente lindos!

1 beijo:)

Maria disse...

Acho que já te disse que gosto de espinheiros. Conheci-os tarde, mas gostei-os de imediato...

Margarida Belchior disse...

... há "saberes" assim: ancestrais, que se vão acumulando em "artefatos" como esses - lindíssimos, mesmo, sob diversos pontos de vista.
:-))

Beijinhos grds, mesmo

Marly Bastos disse...

Então isso é um silo, uma tulha?
Achei linda a arquitetura, parece coisa de grego...
Bjks doces

Vítor Fernandes disse...

E com sabedoria aqui nos foram fornecidas informações interessantes a par de uma excelente foto.

Artes e escritas disse...

De fato. Há muito tempo, quando perguntei porque as casa das fazendas tinham pilares e escadas para se chegar à entrada, a resposta foi a mesma. Interessante! Um abraço, Yayá.

Acácia Azevedo Studio Pottery disse...

Espigueiro para os minhotos, canastros para os transmontanos,na Galiza paineiras ou piornos,... Caniço, hôrreos, stabbur, härbre, são tantos os nomes desta arquitetura fascinante e poética. Hoje estás a maltratar-me com saudades! :')

Menina no Sotão disse...

Que arquitetura fascinante. Nossa, ampliei a imagem aqui e fiquei encantada com os detalhes. Realmente notável.
bacio

La sonrisa de Hiperión disse...

Aquí son muy típicos del norte del España.

Saludos y un abrazo.

Su disse...

Lembra as desfolhadas :)

ponto e virgula disse...

é impressão minha ou eu já tinha visto esta tua foto???
o que não impede de reforçar o que já tinha dito...
o "luxo" arquitetónico pensado com a sabedoria a prevalecer dando forma à História, aos costumes.



a...té

Por que você faz poema? disse...

Instigante, sem dúvidas.

© Piedade Araújo Sol disse...

muito interessante.
um beij

marciagrega disse...

Nossos antepassados tinham muito conhecimento e sabedoria! Uma pena que a ganância colocou tudo a perder...

Beijos

Naná disse...

É pena é que se tenha desvalorizado esse saber, assim como aquele que dizia que não se constrói em cima de linhas de água ou linhas de atravessamento de aquíferos...

Maria de Jesus Lourinho disse...

Conhecimento ancestral.

Paula Nogueira Guerra disse...

Isto apenas demonstra que NóS os portugueses somos muito inteligentes para com as adversidade da natureza!.
Já estive aí... há quase 10 anos. Gostava de voltar... quem sabe um dia :)

Bjs docinhos xxxx

нєllєи Cαяoliиє disse...

E que sabedoria maravilhosa!
Cada parte,cada detalhe riquíssimo,faz um todo!
Linda foto,Querido amigo!
Um beijo.

maray disse...

que feliz o país que preserva seu passado. E no qual as pessoas possam explicar - e mostrar - como vc, pras outras gerações, o que foi. Com certeza, isso melhora o que será.

bjs

Vanessa Gonçalves disse...

Que lugar mágico! Adorava fotografar!

Reinadi Sampaio disse...

Lindo demais de se ver, não tenho nem palavras para comentar, tuas palavras já dizem tudo!

Beijo.
Flor.

Janaina Cruz disse...

Além de linda a arquitetura é, sábia, todas as coisas construídas com sabedoria, tendem a ser quase eternas.

Filha do Rei disse...

É impresionante como hj com tanta tecnologia podemos perceber que as pessoas mesmo assim faziam coisas mais extraordinárias ainda. Bjs

Vera, a Loira disse...

Precisava de ti para captares algumas imagens que vejo nos meus passeios de btt.

NãoSouEuéaOutra disse...

e sem tecnologia, só com o cérebro... os antigos tinham mais sabedoria!! texto explicativo e fotografia com profundidade.

um abrço

Manuel Luis disse...

Proporcionalmente aos dias de hoje, eram engenheiros sem diploma mas aplicando a boa inteligencia.
Monumentos a respeitar.

Pérola disse...

O Homem tem esta capacidade, de unir o aspeto prático com a beleza.
Quando começaram a ser construidos, visava-se únicamente a guarda e defesa dos cereais. Presumo que os espigueiros iniciais deveriam ser diferentes. Mas a necessidade, o engenho e o espirito criativo do Homem levaram-nos a ser aperfeiçoados até cumprirem todos os requesitos para que foram construídos. Numa era mais moderna, são autênticas obras de arte a relembrar o esforço de sobrevivência que lhe está subjacente.
Já tive o gosto de estar perto de algumas destas construções e fiquei surpreendida.
Um beijinho.

Multiolhares disse...

os nossos antepassados sempre tiveram bastante sabedoria, pena é que hoje em dia os mais novos desvalorizem o saber dos mais idosos e nem sequer tenham tempo para os escutar, a foto é bonita mas triste é como se o tempo tivesse parado há algo de nostalgico nela
bjs

CR disse...

Aproveitando as tuas palavras, direi que tanto a fotografia como a explicação são absolutamente notáveis.
Um abraço.

A Minha Essência disse...

Sou tentada a escrever que gosto mais das fotos a preto e branco do que a cores. Talvez pelo mistério que elas passam, talvez... :)

greentea disse...

lembro-me de os ver no Lindoso...
são belos mas estranhos !

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Fazem-me lembrar os tamboran (casas de orações) da Papua Nova Guiné

Turista disse...

E sem sistemas informáticos, para programar todo o sistema, verdade? ;)

Fábio Martins disse...

Qual AC qual quê... tudo à moda antiga :)

manuela barroso disse...

Foi lindo.
Hoje admira-se a rusticidade porque sendo rara são cofres onde se guardam memórias e, ou saudades das espigas e desfolhadas.
"Memórias que o tempo tece".
Beijinhos

Eli disse...

Engenharia!

Sempre existiu, meu caro.


:)

Fatyly disse...

Outras visão e ficou genial. Tudo era pensado ao pormenor. Já te tinha dito que só há bem pouco tempo é que soube o que eram e a sua finalidade:)

Remus disse...

Podemos imaginar como seriam os primeiros espigueiros, porque até chegar a estas maravilhas técnicas e arquitectónicas muitos erros tiveram de ser cometidos e aprendidos.
Por lado, também aposto que os ratos foram aprendendo a ultrapassar todos os obstáculos que lhes eram propostos. Quem sabe, se alguns não aprenderam a voar. :-P

maceta disse...

aqui se vê a sabedoria dos ascendentes...

Tiago Guerreiro disse...

Lindo P&B! 5*

mgbon-Graça Neves disse...

De facto são ainda estas memórias que nos contam a história da nossa terra.

Fabricio K. Ramos disse...

Acima de tudo uma fotografia soberba, e concordando com Mona Lisa, o P&B torna a foto muito real

Canto da Boca disse...

Valendo-se dos recursos disponíveis... Mas especialmente do cérebro, como bem lembra, NãoSouEuéaOutra.

;)

Ana disse...

E a foto também está notável, magnifica. Parabéns!

Maria Emilia Moreira disse...

Fantásticos espigueiros. Belo registo.
M. Emília

Elisa T. Campos disse...

Sabedoria que funcionava aí .
Mas aqui, ontem não sei e hoje
nada faz recuar.

Texto e foto geniais.
bjs