24.3.12

Uma fotografia por dia... nº 2557

MFC - Pé de Meia
Ponte de Lima, 2011
Cortinados quase inteiramente corridos... a vida no interior é feita no recato da casa. Os olhares estranhos lá não têm lugar. Somos públicos apenas numa parte menor da nossa vida. A nossa vida interior é extremamente mais rica, mais salutar e mais necessária. É aí que verdadeiramente vivemos.

54 comentários:

Ana disse...

Goste muito desta descrição, sem dúvida verdadeira.

Beijinhos e um excelente fim-de-semana :)

Rute disse...

concordo com o que dizes...mas não totalmente...a nossa vida interior será sempre a base para a nossa vida COM o exterior, mas esta segunda vida, se é que lhe podemos chamar assim, também nos dá a chance de vivermos verdadeiramente.

Bela varanda e belas portas de acesso à varanda;)

1 beijo e 1 bom fim-de-semana

Mona Lisa disse...

Temos duas vidas interiores.
A dentro de nós e a no aconchego do lar.

Em ambas, mesmo sós, temos o nosso "cantinho" e é aí que a vida flui...onde ansiamos voltar...

Belíssima foto.(o meu tipo de casa). Uma foto terna, aconchegante.O pormenor da porta entreaberta não te escapou!

Parabéns pelo post!

Beijos.

Eli disse...

Será que os corações também são assim?

Smootha disse...

:D
Em resposta a esta, mandaram-me esta
Ao que parece, afinal sempre existe padroeiro...
E esta, hein?
Bom fim-de-semana!

Marly Bastos disse...

Sr pé de meia,
Achei sua foto muito pertinente, mostrando o velamento familiar e o texto muito certo.
Beijokas doces e bom fim de semana.

manuela barroso disse...

Casa, o "eu", o nosso mundo.
o interior de nós.o refúgio da nossa essência.casa, onde o "eu" é.o palácio onde habita o "eu" verdadeiro.porque lá fora não sou o "eu" de mim. também dos outros. mas que também fazem parte às vezes de mim.
A beleza do belo numa bela foto.
Beijinhos

João Menéres disse...

Sobre o texto, a RUTE já falou, ESTÁ FALADO !

Vou para o rico trabalho das bandeiras !
Maravilha, não é ?

Suponho que é na Pç. da República.


Se os brancos da varanda pudessem ter saídos mais abertinhos...

Um abraço.

Filha do Rei disse...

Linda foto e reflexão. Tenha um lindo fim-de-semana. Bjs

Margarida Alegria disse...

As janelas e a varanda são lindas.O post também.
No entanto, entendo que, por mais que a nossa vida interior( no nosso próprio interior e em família)sejam ricos e preciosos, parte dessa vida só floresce completamente se repartida também com o exterior.
Por isso agradeço-te que tenhas partilhado essas reflexões interiores ,connosco e com o mundo, mfc! ;)
Beijinhos

lis disse...

Vida no interior... numa cadência mais agradável, sem muitos ruídos , uma calmaria... rs
atualmente todo o resto quase tudo igual a vida urbana , o recato já era... rs
Vida interior vive-se em qualquer lugar mfc e recato da casa é aquela em que fechamos as janelas e somos uma família .
gosto muito da janela .
deixo abraço

Mel disse...

Muito interessantes suas palavras e eu concordo com elas.Mesmo porque o exterior apenas reflete o que está dentro.

Gostei da foto.:)

Bom fim de semana.

Fatyly disse...

Totalmente de acordo e mais uma foto de encantar!

clutch and chic disse...

hoje, por cá, estamos fechados à força. aí também está este fumo e cinzas?!?

☆•.¸.Mildred.¸.•☆ disse...

Sim, com umas janelas assim, a vida lá por dentro deve ser bastante rica!

***
Bjo e feliz fim de semana****

SOL da Esteva disse...

MFC, Amigo

A foto (marcante e distinta duma saudosa época) está em concordância com o texto.
Cada Ser mostra apenas quanto quer, sob pena de se vir a arrepender.
O recato deve ser escolha pessoal.

Abraços


SOL
http://acordarsonhando.blogspot.pt/

greentea disse...

que deixemos pelo menos as janelas abertas para entrar o sol e o ar matinal, que não nos fechemos na redoma do nosso descontentamento porque lá fora há sempre alguém que espera/precisa de nós...

A Minha Essência disse...

Por trás das cortinas, das janelas, só é mostrado o que efectivamente o que queremos. Mas, na rua, nos passeios, nos becos, é nos mostrado tudo nu e cru! Uma deslealdade gritante!

Kiss ;)

Janita disse...

Onde quer que estejamos...a nossa vida interior, a nossa essência, será sempre mais rica e mais nossa.
Até porque nem sempre conseguimos dar voz aos sentimentos.
Gosto muito da foto e daquilo que ela representa.
Beijinhos, Manel...

mundoacores disse...

É mesmo! E assim é tão mais fácil ser feliz.
bjinhos e um fdsemana colorido

© Piedade Araújo Sol disse...

Concordo com o texto.

e a foto ficou muito bem.

beij

Solange Maia disse...

adoro fotografar portas e janelas... adoro supor o que vai por dentro delas... assim como adoro supor o que vai por dentro de um olhar, de um verso, de uma pessoa...

é aí que verdadeiramente vivemos....

MFC adoro sua "leiitura" de mundo.... beijo

addiragram disse...

A riqueza da nossa vida interior é importante que possa ser partilhada com os outros. Caso contrário o "tesouro" não se multiplica.

Adorei esta fotografia-uma janela lindíssima-que há alguns meses atrás também fotografei, só que apanhando uma parte da praça. Gostei muito de a ver em detalhe.

Margarida Belchior disse...

... fico a pensar que "nem tudo o que parece é": tenho horror a tudo muito bem arrumadinho, muito bem apresentadinho - fico sempre a pensar que há sempre muito mais para lá do que se vê ...
... gosto de vida vivida, de ver as coisas que são usadas e, por isso mesmo, nem sempre bem arrumadas, mas funcionais e prontas a serem usadas de novo ... arranjadinho e arrumado q.b.! ... esteticamente cuidadas, sempre!!
...o sítio onde vivemos é o espelho da nossa alma, da nossa vida interior, que temos que cuidar como muito carinho - serve para muito pouco se ficar só para nós...
:-))
Uma maravilha de portadas e varanda.
Beijinhos, "arranjadinhos e arrumadinhos", q.b.

Tiago Braga disse...

gostei da descrição e da associação de ideia, sem duvida dão uma força mais evidenciada à fotografia. Boa =)

Lê Fernand's disse...

é onde tenho me encontrado ultimamente... na parte de dentro: silenciosa, reticente e feliz.

=)


um bj grande!

Maria de Jesus Lourinho disse...

O encanto desta foto é que nos transporta para o imaginário do lar doce lar, equilibrado e harmonioso. Mas...o que se passará lá dentro? Dias felizes, dias sombrios, festa e lágrimas certamente. Só porque lá dentro vive gente. Que resguarda tudo isso com cortinas.

Reinadi Sampaio disse...

Bom dia Manuel,

Tuas palavras... a imagem da janela com cortinas cerradas, foram profundas demais e , dizem muito...

Gosto demais desta foto e, a beleza que tudo nela encerra... E percebo que quanto mais fechamos as cortinas à vida, a vida fervilha lá fora... "as cortinas da minha Alma" vivem sempre abertas de par em par para o meu olhar crítico e observador... Através dos espelhos das janelas... E,

O que o espelho diz, não apavora não
Não, quando diante dele me fito...
TEMO DENTRO DE MIM A SOLIDÃO,
Quando, lá dento de mim, me ‘reflito’...
_______________________
Então fico pensando em um poema do Drummond de Andrade – “Mundo Grande” – (fragmentos... por ser muito longo postarei em minha página).

“Não, meu coração não é maior que o mundo.
É muito menor.
Nele não cabem nem as minhas dores.
Por isso gosto tanto de me contar.
Por isso me dispo,
por isso me grito,
por isso freqüento os jornais, me exponho cruamente nas livrarias:
preciso de todos.
___________
Posso levar tuas palavras e tua imagem?

Beijo.
Flor.

maceta disse...

é o canto seguro, o reino...

Andy Santana disse...

Que foto bonita,
adorei.
beijos

Natália Augusto disse...

Adoro observar as janelas e imaginar o que se passa para além delas.
Adorei a foto! É fabulosa e o texto é um mimo!

:)

Fernanda disse...

Ponte do Lima ^^ aqui tão perto e tão bela.

Verdade irrefutável nas palavras.

Beijo.



http://testingonrau.wordpress.com/ minhas fotos aqui.

Pérola disse...

Ousaria dizer mais: é aí que existimos!
Beijo.

Magia da Inês disse...

Grade lindamente adornada... foto bonita.

Bom fim de semana!
Beijinhos.
Brasilº°❤
°º✿
º° ✿ ✿⊱╮

joão l.henrique disse...

É, no interior de cada um que existe a chave que abre o segredo daquilo que se aparenta e não é.


Um abraço.

dade amorim disse...

Atualmente estamos vivendo assim, tipo interior. Mas só a família, que é grande, é suficiente para movimentar nossa vida.
Lindas portas, adoro decoração e arquitetura.
Beijo pra você.

ponto e virgula disse...

qualquer palavra minha só viria tirar a excelência da foto que dá o mote à tão inteligente mensagem com sabor a reflexão.

pensemos em nós...





a...té

Betty Gaeta disse...

Sou apaixonada por janelas e sacada e esta foto está especial.
Beijos 1000 e um final de semana maravilhoso para vc.

www.gosto-disto.com

Sara disse...

E ainda bem que há esta persona privada, a quem ninguém poderá ter acesso completo. Por vezes, nem nós próprios conseguimos aceder a alguns dos seus contornos... :)))
Adorei ver por aqui uma janela limiana!
Um beijinho e um excelente domingo!

Multiolhares disse...

gostei da comparação que fizeste da vida interior e exterior, mas sem duvida que tudo está dentro a verdadeira pedra perciosa por lapidar
bjs

Camille disse...

que linda essa sacada! amei!
bjs

Elisa T. Campos disse...

Que contraste
A doce vida no interior
Que saudade

AvoGI disse...

dentro de portas a vida acontece
kis .=)

Graça Pimentel disse...

Gostei muito da fotografia mas, desta vez, o meu maior aplauso vai para as palavras.

Beijo

Vítor Fernandes disse...

E o direito à intimidade deveria ser inalienável.

Fragmentos Culturais disse...

Descrição intimista para o recato das cortinas semicerradas de umas janelas bem tratadas!
Sim, é nesse privado que vivemos o lado mais rico da nossa 'persona'.

A Luz a Sombra disse...

Adoro janelas e varandas de ferro forjado.
A razão desse meu encanto vem de trás, duma varanda onde ouvia uma voz muito querida e da qual tenho imensas saudades.
Quando passo por uma não resisto a fotografá-la.
Continuação de um bom domingo.
Maria

AnaMar (pseudónimo) disse...

numa casa de janelas assim, vivemos a claridade dos cortinados diáfanos que o sol trespassa. a alvura dum momento em que as cores são 7.
belíssima

Remus disse...

Não sei se a nossa vida interior é mais rica, tudo depende daquilo que fazemos entre portas e da forma como vivemos no exterior.
Acredito que para as pessoas que vivem sozinhas, a vida interior não seja assim tão rica como a vida exterior.

Em relação à fotografia, acho que ela poderia ter um pouco mais luminosidade, por forma a realçar melhor essa "tal riqueza da vida interior".

Anna^ disse...

Mas por vezes essa vida interior é mantida com as "portadas" bem fechadas...

Menina no Sotão disse...

Adorei sua descrição e amei essas portas. Fiquei aqui a imaginar o lado de dentro. rs
bacio

Beatriz disse...

Me encanta!

" Smile disse...

Gosto (muito)

Canto da Boca disse...

Bela reflexão, num tempo de exposição desgastante... Pouco se percebe o valor do recato.