29.2.12

Uma fotografia por dia... nº 2533

MFC - Pé de Meia

Com céu limpo ou encoberto, com mar calmo ou revolto, seja de noite ou de dia... o movimento é incessante. As necessidades de abastecimento são constantes! Quando olhamos os bens nas grandes superfícies, não imaginamos as voltas imensas que já deram e os kilómetros percorridos! Pegamos nelas e simplesmente as pomos no carrinho de compras!

38 comentários:

Ana Martins disse...

MFC, boa noite!
E como tem razão, nunca tinha pensado nisto desta forma e, mesmo agora pensando, acho que ainda assim, continuo a não conseguir imaginar as voltas que deram e os quilómetros que percorreram, até chegarem ao meu carrinho e compras.

Beijinho,
Ana Martins

Mona Lisa disse...

Aonde nos leva o pensamento, olhando o mar?!...

Ao longe, o cargueiro fez-te divagar...

Uma foto soberba! O P&B intensificou-lhe a magia...

Bjs.

Janita disse...

É verdade!
Esquecemo-nos da dura luta e das dificuldades porque passam todos aqueles que com o seu esforço e suor, "colheram" do mar ou da terra os bens necessários à nossa sobrevivência.

A foto é simplesmente maravilhosa.

Beijos.

Ana disse...

Não pensava muito nisso, até ler um artigo da National Geographic que dava o exemplo do número de km que um carro fazia até chegar ao stand. Não estou a falar da deslocação fábrica-stand de vendas. Por exemplo, os pneus vêm de um país, a tinta e outros componentes de outro país, estofos de outro, motor de outro país... Fiquei boquiaberta ao ler esse artigo.

A Luz a Sombra disse...

Nunca pensamos no que estará por detrás daquilo que compramos e muitas coisas mais.

Rute disse...

...já só consigo ver a beleza ofuscante do mar...já só consigo ver a beleza ofuscante deste teu mar...desculpa...é do adiantando da hora e do cansaço que já é muito...

1 beijinho

Maria disse...

Verdade. E a fotografia é muito bela!

Bj.

Artes e escritas disse...

As necessidades de abastecimentos são constantes ao corpo e ao espírito, belo pensamento que alimenta ambos. Um abraço, Yayá.

Andy Santana disse...

Inspiradora a imagem...
adorei.
beijos

Paula Barros disse...

Tens razão, não pensamos assim.
Bem como não se pensa em tantas outras coisas que estão por trás da fabricação.

Paula Barros disse...

Tens razão, não pensamos assim.
Bem como não se pensa em tantas outras coisas que estão por trás da fabricação.

© Piedade Araújo Sol disse...

correcto.
a foto muito boa.
um beij

Existe um Olhar disse...

E nele recarrego as baterias, nele me perco com pensamentes , é com ele que partilho os meus desabafos.
Está todos os dias no meu carrinho de compras.
Bela foto!

Beijos
Manu

clutch and chic disse...

é mesmo! as voltas que as coisas dão! sei bem disso e vivo de perto com isso. há muito trabalho e muita gente envolvida para termos disponível o que nos aparece nas prateleiras. bom dia!

Pérola disse...

Na realidade, não pensamos em tanta coisa, fruto de tantas canseiras, trabalhos, porque andamos enleados na nossa vidinha.
Obrigado por estas pausas e deixar a mente divagar por outros 'mares'.

Boop disse...

E ainda bem!
Assim pude hoje ser solidária com os Açores e fazer um pequeno almoço Açoriano - bolos lêvedos com manteiga Milhafre e Yogurtes Yoçor

Tanita disse...

É verdade. Tenho um amigo que tem um negócio de vegetais, principalmente alfaces, que todos os dias vemos nos supermercados. Muitas delas vêm de Marrocos! (porque a nossa produção não é suficiente) e sei +/- o seu percurso, é incrivel a quantidade de mãos que pegam numa simples alface, até nós a pormos à boca. Bj**

Questiuncas disse...

Olho para a fotografia e gosto dela.
Não sei dizer o porquê, mas gosto. (será que tem de haver motivos para se gostar de algo?)

Anjo De Cor disse...

Tantas voltas para ir para a barriga de uma pessoa, é uma vida manhosa...
Bela foto ;)
Bjs*

Naná disse...

E há tanta gente que não tem noção da distância que percorrem...

polittikus disse...

De facto as pessoas não imaginas o esforço e a "arte" que é a logistica. Apenas vêm o produto na prateleira, não sabem como lá chega...

abspinola disse...

Bem verdade mfc.
Bela foto...
Bjstos
E obrigada pelos teus mimos...

Libel disse...

É como a vida, as voltas que ela dá, por vezes tão feliz, outras menos, ás vezes tão grande, outras pequena, ás vezes tão cheia, outras vazia, ás vezes comprida, outras tão curta, e depois,um dia, abastecemos pra sempre!!

Beijokas

manuela barroso disse...

Kilómetros de água cheios de tanto, para para chegar até nós e tantos Kilómetros de terra ao abandono, à espera de serem cultivados, tão perto...
Um pensamento num olhar longínquo e pensativo!Gosto.
Beijinhos.

AvoGI disse...

agora vou reclamar: para quando uma fotografia da Madeira, ah?
desclça lá abota

e quero lá saber das voltas que as compras já deram quero é saber das voltas que eu dou e que as compras aindavao dar e a trabalheira que vou ter para ter de arrumá-las
kis :=)

ruimnm disse...

mesmo assim há quem queira morangos todo o ano, nem que para isso tenham feito milhares de km. viva a globalização, viva o desperdício.

Lacorrilha disse...

Aqui na Alemanha estou longe do mar e já a morrer de saudades dele.

Fatyly disse...

Eu imagino, e como tal desde a compra à arrumação das mesmas...nunca meto as mãos na boca loll não vá vir uma bactéria ou virús clandestino:):):)

Subscrevo e a foto está uma maravilha!

Margarida Belchior disse...

Fantástica esta foto!! ... parece que os barcos estão no ar ... Parabéns!!

... e o teu comentário vai fazer com que da próxima vez que for ao supermercado cante todo o tempo: «Eu vim de longe, de muito longe, o que eu passei para aqui chegar!»
:-))

Beijinhos grds, de muito longe

Remus disse...

É por essa e por outras, que aqui em causa tentamos que tudo seja "made in Portugal".
Nada melhor do que comer os legumes e as frutas na época delas.

luisa disse...

Gosto de ver o mar assim. Como águas de prata. :)

Xs disse...

Adoro essas paisagens!!!
:)

Fragmentos Culturais disse...

Mas sentimos, assim, de frente, o bem que este mar nos faz! Paz! Liberdade! Eternidade!

Gi disse...

E não te faz confusão o preço a que se consegue vender aqui coisas (chinesas) que vêm de tão longe?

lis disse...

Um olhar sobre o mar tão diferente dos que tenho presenciado, amei esse seu pensamento mfc
o mar é de fato um motivo de sobrevivência pra muitos e que deixa nossa mesa mais deliciosa sempre que enchemos o carrinho.
minha admiração se renovando ... rs

Elisa T. Campos disse...

Nem havia reparado
E é verdade. sua forma de olhar é encantador.
Sempre me surpreende.

Bjs

Canto da Boca disse...

Uma ótima reflexão, nos relembrar da cadeia que é a vida, o trabalho...

Eli disse...

Eu faço uma ideia. Quando estive nos Açores, num certo da semana, já não havia iogurtes...

:P