7.2.12

Uma fotografia por dia... nº 2511

MFC - Pé de Meia
Rio de Onor, Nordeste Transmontano
De norte a sul não me canso de os fotografar. Os meus rios estão aqui sempre... tal como o meu mar! Mas os rios são mais femininos: têm meandros, vestem-se de margens, são serenos e simultaneamente ligeiros, sussurram melodias, recurvam-se harmoniosamente, dançam nas suas correntes... preenchem-me totalmente!

43 comentários:

Paula Barros disse...

e eu diria:
os rios são feitos os homens, não se detem em bobagens, seguem os seus caminhos, curvando-se onde é preciso, olhar adiante, sem deixar de beijar as margens...

Gostei da sua analogia com as mulheres.

Mona Lisa disse...

Um gosto comum.

Fico-me por aqui.

Que dizer perante tão bela paisagem ,poeticamente legendada?!

Parabéns, Manel, pelo post. SOBERBO!

Bjs.

Mena disse...

Linda foto, lindas metáforas!

Bj

Vítor Fernandes disse...

E existem paisagens tão lindas como estas que merecem o fotógrafo que és. Mas mais femininas ainda são as ribeiras.

Vanessa G' disse...

Transborda beleza :)

Bípede Falante disse...

Bonito de doer...

labergamo disse...

O mar então é o homem? Claro que é, eu moro no mar. O rio lá estão as sereias esbeltas que sussurram melodias e nos atraem. Bela fotografia. Vim lá do Tossan e fiquei com vontade de vir. Gostei! Abraço

hfm disse...

Por terras onde tenho raízes. Belo.

abspinola disse...

Que linda foto.
Transmite tão bem o gosto pela natureza...
Lindo
Bjstos

Teresa Durães disse...

Gosto dessa comparação com a mulher!

CR disse...

Belissima foto. Partilhamos o mesmo gosto pelo elemento água que, nas suas mais variadas apresentações é, de facto, fascinante!
Um abraço.

Naná disse...

Mfc, adoro esta imagem dos rios!

João Mourão disse...

Sem dúvida que vale a pena a ter pela foto dessa paisagem idílica.

Janita disse...

Meu querido Manel, adorei o teu texto!
Mas sabes? Sempre associei os Rios a uma componente do temperamento masculino.
Ora calmos, doces e tranquilos, ora impetuosos, arrebatados e cheios de paixão.
Tortuosos e irados, por vezes, mas n´outras suaves,límpidos e transparentes, como meninos!

Tenho de reformular este meu conceito...

A foto é linda e um encanto para a alma.

Beijinhos.

manuela barroso disse...

Os rios são a nossa mente.São como os lemos. São como o nosso estado de espírito.E são uma espécie de meditação relaxante!
É um supremo deleite, a visualização da pacatez da água que parece dizer "vem...vem..." num convite atrevido ao mergulho na placidez paradisíaca do cristalino com pinceladas verdes sorrindo das cachoeiras alegres. Uma sinfonia visual e auditiva.
Feminino? Não há tango solitário!
É um "pas de deux"!
A foto?
Cada vez mais elas penetram na nossa pele numa espécie de arrepio...
Bjis

Elipse disse...

Ahh... conheço!
É um riozinho pequenino, pelo menos na vila, separando-a e fazendo a fronteira. Mas sim, feminino, como o(s) caracterizas. Lindo!

maceta disse...

e algumas margens são lindas...

Eli disse...

Lindo... parece desenhado e pintado!

:)

Gi disse...

Lindo. Apetece quase dançar descalça!

♥ Luciana Mira ♥ disse...

Tire-me uma dúvida... As fotografias são você quem as faz? Sao todas tao lindas!

Fábio Martins disse...

Maroto, tu que só queres é andar nos rios :o)

Jorge disse...

Esse rio tem vestes pomposas. Que maravilha de imagem!

Sara disse...

Tem toda a razão, mfc. Este fim de semana estive em Coimbra e, ali pelo meio, poisar os olhos sobre o Mondego trouxe-me serenidade. São um património a honrar.
Um abraço.

© Piedade Araújo Sol disse...

os verdes, a água....

muito bela a foto!

beij

Fernando Reis disse...

que seria dos mares sem eles?

Uma foto lindíssima.

Abraço.

anamar disse...

E, até têm um leito...
Nada mais sensual..., O rio.

dade amorim disse...

Com certezas, os rios são mais femininos que o mar. E suas fotos são lindas.

Abraço.

papoila disse...

Como transmontana que sou, não podia deixar passar essa beleza sem deixar os parabéns ao fotografo!
xx

Fatyly disse...

Julgo que já tinhas publicado esta foto há uns tempões.

Quando é que começas a pôr nas fotos a tua assinatura, ou iniciais ou até o blogue? é que para levar uma foto tua, tenho que levar também o link que direcciona o autor. Vá lá pá facilita o trabalho à gentiiiiiiiii.

Adorei!

Rute disse...

Conheces bem as mulheres...quero dizer, os rios...;)

* bonitas as tuas palavras, bonita a tua foto. Gostei muito:)

1 beijo

Margarida Belchior disse...

Que maravilha de fotografia!! ... muitos parabéns!!

Nunca tinha olhado para um rio pela sua feminilidade ... acho liiiindo!

:-))

Beijinhos, a olhar para os rios com outros olhos

$U$ANA disse...

Também gosto mais de rio do que de mar!Beijinhos

Reinadi Sampaio disse...

Lindo como sempre os teus momentos poéticos, tanto em imagem quanto em palavras. Momentos que se completam, quais os rios quando deságuam nos mares... Depois de longas jornadas emocionando que os vê passar: ora tranquilos, ora violentos, ora suaves melodias, ora turbulentos... Não importa como ele se nos apresentem: sempre serão lindos, desde que o homem não os macule com suas sujeiras, para que possamos ver as faces dos céus e dos seus arredores, refletidas sobre os espelhos das suas águas translúcidas. E aproveitando teu “Pensamento Profundo”: que eles possam vir... Vir... Assim... Assim... Tran-qui-la-men-te sem obstáculos para que possam continuar “trafegando”.

Um beijo.
Flor.

saboracasa disse...

também gosto muito de rios. De estar sentada na margem e só escutar o som, nada mais! Muito reconfortante!
linda imagem ..

Xs disse...

Muuuito giro!
Quero ir aí!

Lilá(s) disse...

Também adoro rios e de os fotografar, esse é particularmente bonito e único! Gosto quando falas do Norte e mostras imagens, sinto-me mais próximo...
Bjs

lis disse...

Uma comparação poética e um elogio as mulheres , isso é gentil e me deixa toda assim quase a sussurrar ... rsrs
concordo quando dizes que os rios são harmoniosos ,deliciosamente românticos.
abraço

Remus disse...

«Os rios são femininos».
Nunca tinha pensado neles assim. E agora que penso, concordo perfeitamente com essa afirmação.

Este rio, é um belo recanto. Sereno e frondoso.

Canto da Boca disse...

Mas quem têm olhos, veja, quem têm ouvidos, ouça... A beleza é um estado de espírito, contemplemos a imagem serena e libertadora que o Manel nos traz, mais uma...

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

A pureza nota-se nas águas!
Aqui ainda existe!

Elisa T. Campos disse...

Encantei-me com essa construção metafórica com o rio.Obrigada pela parte que toca o lado feminino.

George Sand disse...

Também gosto muito de rios, vestidos de margens.
Lindo esse rio.
Conheço muito mal Trás-os-Montes. Só lá fui uma vez de raspão

L.Reis disse...

...um texto que queria meu...