5.2.12

Uma fotografia por dia... nº 2509

MFC - Pé de Meia

Ver crescer, sempre nos faz brilhar os olhos. E mais ainda quando fomos nós que plantamos aquela capacidade de desenvolvimento! Há como que uma partilha entre os dois seres, há algo nosso ali... é mais um filho que nos nasce! E esse filho não é mais que a nossa vida eterna.

46 comentários:

Margarida Belchior disse...

... a foto, magnífica!
... o comentário, uma poesia!
... os filhos, eternizam a nossa vida, através da vida que é a deles! ... este é um dos mais misteriosos milagres!

... e os beijinhos, hoje, levam brilho nos olhos com tudo isto ...
:-)))

Janita disse...

A beleza imensa de tudo o que é simples, sentido e verdadeiro!
Estou maravilhada...com as tuas palavras e com a imagem.

Lindo, Manel. Adorei!

Muitos beijinhos.

Elisa T. Campos disse...

Como um rebento crescendo. Maravilha
MFC.

Um bom final de semana

Leninha disse...

E pensar que temos a eternidade através de nossos filhos nos encanta e renova.
Bjssssss,
Leninha

Vítor Fernandes disse...

Para quem foi duas vezes pai não podia estar mais de acordo.
Gosto da macro.
Um abraço e bom domingo.

Margot Félix disse...

"Rebento
Tudo o que nasce é Rebento
Tudo que brota, que vinga, que medra
Rebento raro como flor na terra,
rebento farto como trigo ao vento
Outras vezes rebento simplesmente
no presente do indicativo."

[Gilberto Gil]

Linda fotografia. Gosto dos rebentos!

Bom domingo!

tossan® disse...

A serenidade começa quando pensamos assim. Abraço

BlueShell disse...

Oh, sim...tens razão, toda a razão. Sinto tanto isso quando vejo, no meu quintal, as coisas crescerem...coisas que eu plantei ou semeei.
Tem um bom domingo, meu querido.
BS

Mona Lisa disse...

Um post comovente.

Com uma simples e belíssima foto descreveste de um forma poética terna e sensível, o ciclo da vida.

Bjs.

Ana Paula disse...

Esse brilho nos olhos, esse encantamento está sempre a querer nos encontrar em detalhes que às vezes não vemos. Tua bela foto e palavras nos despertam para imensa beleza.
Abraço

Existe um Olhar disse...

Uma foto com palavras que nos deixam a pensar na beleza do renascer, da vida que se renova e de novas conquistas.
Um macro excelente!

Beijos
Manu

Fatyly disse...

para quem foi duas vezes mãe e quatro vezes a avó só posso subscrever.

A foto está lindíssima, mas mal vejo esses rebentos, faço com que se direccionem de forma a entrelaçarem-se numa vedação por exemplo:)

sandrafofinha disse...

Oi oi estou retribuindo a visita que me fizeste. A tua fotografia deste post é muito bonita. E que belas palavras que postaste. Muito bem,gostei de ver. Mil beijinhos e votos de um bom domingo!!

ruimnm disse...

e que frutos dará?

♥ Luciana Mira ♥ disse...

Que lindooooooooooooo!!

Maria Lucas disse...

É materializar a essência da Natureza. E pensar que há tantos que nem sentem.

Magia da Inês disse...

Amei a foto... transmite energia e leveza.
Boa semana!
Beijinhos.
Brasil
✿⊱╮
¸.•°`♥✿⊱╮

Irene Alves disse...

É realmente o círculo da vida:
nascer,crescer e morrer.
Excelente foto.Bj.Irene

Fernanda disse...

É verdade e é bonito de ver.

Bom ler-te e ver as imagens.
Até sempre

Psinocas disse...

Que bonito!
Simplicidade e profundidade!
Este homem é um doce!!!

Gi disse...

Tens sempre uma maneira especial de olhar para as coisas e de partilhar o que vês. Bem hajas! Bj.

bettips disse...

Saudando em especial as fotos de cima e a de baixo (promessas da natureza e reflexos da beleza), te digo (e também sorris): da discórdia nasce a concórdia, cá c'oa gente é mesmo assim!
Teremos formas diferentes de dizer o mesmo mas sentimos o ====.
Abçs

A Luz a Sombra disse...

Artisticamente focado, nota-se a procura do melhor ângulo neste elemento tão delicado.
Sensibilidade e estética na procura.
Os meus parabéns por esta beleza.
Abraço
Maria

Eli disse...

Parece que trazes a vida dentro de ti!

:)

L.Reis disse...

Fotografia espetacular!! A mim, fez-me brilhar os olhos!

Justine disse...

Um milagre, sempre!
E a fotografia está enternecedora:-)))))

Turista disse...

Amigo Mfc, fantástica esta micro-fotografia. :)

addiragram disse...

A elegância, a simplicidade, a ternura.

Canduxa disse...

o nascimento, a partilha, a emoção, a gratidão, e o amor...
a dádiva de vida que é eterna.

Lindo amigo...muito lindo!


beijinho

Andy Santana disse...

Linda a foto,
adoro natureza...
beijos

Anjo De Cor disse...

Esta linda foto fez-me lembrar a primavera, com estes dias frios parece que a primavera nunca mais chega.... bjs*

AvoGI disse...

vida eterna tb queria e acho qu enao ficava aborrecida se encontrasse o elixir da vida
kis :=)

manuela barroso disse...

Abre-se a terra, solta-se a vida em silêncio, tateando a suavidade do sol, esperando beijos de brisas, ternuras de insetos...
coisas simples mas escondendo a sabedoria de quem sabe ver e ler ingénuos rebentos , pedindo-te que não os ignorasses.
E ainda bem!
Trouxeste uma prova linda de ternura!
Bjis

Fábio Martins disse...

Chama-se a isso fazer crescer um novo "ser". Plantar vida!

Bom registo amigo

intimidades disse...

a verdadeira imortalidade

Bjinhos
Paula

luisa disse...

Como eu gosto destas fotos...:)

Ana disse...

Bela foto e o texto também. Parabéns!
Beijinhos

Canto da Boca disse...

O processo vital, desde que o mundo é mundo...

Margarida Alegria disse...

Mais uma foto excelente com um texto muito bom!
Beijinhos

Naná disse...

Simplesmente linda esta fotografia!
Adoro o teu olhar sobre as coisas mais simples!

Rute disse...

Que coisa mais linda........

Ivete disse...

Lindo teu pensamento e partilho intensamente deste sentimento. Observo a vida que cresce ao meu redor nas plantinhas da varanda, vejo as flores que desabrocham todos os dias e nasce no meu peito um agradecimento ao Criador de todas as criaturas, por me permitir participar disto!

Remus disse...

Pormenor bem captado e com um bom controlo da profundidade de campo.

lis disse...

É o que queremos também no natural , ver o que semeamos florescendo,ganhando espaço. surgindo pra vida.
As prineiras folhas vem sempre brilhnates só o tempo as degenera.
os filosofos é gostam de filsofar ... e eu dei uma viajada rsrs
e gostei mfc

Paula Barros disse...

O prazer de plantar e ver o desenvolvimento.

Lembrei das experiências na escola de colocar feijões no algodão para acompanhar o desenvolvimento.

AnaMar (pseudónimo) disse...

Quando a vida começa pelas nossas mãos sentimo-nos deuses e capazes de tudo, apesar da responsabilidade de acompanhar o seu ciclo. Bela a foto.As palavras encantatóriamente ternas. Como sempre:-D