3.2.12

Uma fotografia por dia... nº 2507

MFC - Pé de Meia
Parque Natural do Douro Internacional, 2011
No meio daquela lonjura imensa é a única árvore que se avista, ou melhor, aquilo que resta de algo que um dia foi uma árvore! Tem um impacto enorme em quem passa. Impõe-se pela sua nudez, como que fazendo uma prece com os braços estendidos. Admirei-a durante largos minutos.

46 comentários:

Rute disse...

Percebo porque a admiraste...ela é realmente linda, assim carregada com a sua nudez. Mas que foto mais linda!

1 beijo:)

Vanessa G' disse...

Que beleza...

Mona Lisa disse...

Estou a admirá-la!
Ouve-se o silêncio!

Uma nudez natural , irradiando beleza... um chamativo slogan..."Gozem a Natureza"!

Belíssima foto!Fantástica!
Parabéns!

Bjs.

Paula Barros disse...

Admirei a foto, a paisagem, admirei mesmo a sua interpretação para a imagem.

bjs

Lacorrilha disse...

E eu aqui a morrer de inveja. Essa zona é mesmo linda, a ver se este ano vou laurear para essa bandas.

BlueShell disse...

Eu sou apaixonada por árvores...e apesar de a foto ser excelente...entristeci...com a árvore...ou o que dela resta!Um beijo em tons de azul-mar-montanha, BS

ams disse...

Eu também a admirei... as árvores morrem de pé!! E quando não morrem, renascem!!!

Fatyly disse...

Uma foto imponente e quando ela se vestir de novo o espectáculo ainda será maior:)

A tua prima Vera ainda demora muito? e que o meu primo Verão está ainda longe:)

Noslen ed azuos disse...

acertou quando diz " como que fazendo uma prece", com certeza esta árvore tbm agradece sua atenção!

abraços
ns

addiragram disse...

Pintamos com os nossos olhos o que a natureza nos oferece.

Andy Santana disse...

Adorei,
muito bem feita esta foto,
beijos

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

" As árvores morrem de pé"

Bela foto!

Abraço

epee disse...

A admiração nasce do olhar. Mas antes disso, da sensibilidade em enxergar como diferenciada uma paisagem que pode ser comum a todos.
E são esses detalhes que o elegeram como o melhor "Autor/Blogger do Ano".

Parabéns.

¬

hfm disse...

Esta, se estivesse estado lá,teria dado um desenho obrigatoriamente.

Teresa Durães disse...

É mesmo a resistente (para onde foram as outras?)

lis disse...

Gosto imensamente de árvores manel
acho-as sempre lindas ,sejam ou nao frondosas ,cobertas de folhas ou nuas como essa que nos oferece com seu olhar bonito!
obrigada por compartilhar sempre com mensagens especiais.
um abraço de fim de semana

Neusa disse...

Lindo o contraste.

Adriana Karnal disse...

seu pé de maia,
mesmo seca a árvore parace uma obra de arte.

maceta disse...

quem sabe se ela é orgulhosa...

Tanita disse...

Continua linda. Bj**

Graça Pimentel disse...

Uma imagem impressionante vista na fotografia. Imagino o que seria a visão ao vivo.
Linda!
beijo

Naná disse...

Também é o tipo de imagem que gosto de contemplar!

Janita disse...

Imagem impressionante!
Não duvido que tenhas ficado a admirar a nudez grandiosa dessa árvore morta, porque também eu a estou a olhar há longo tempo...
É um grito da Natureza!
As árvores morrem de pé...!
Parabéns e obrigada, Manel.
Beijinhos.

Fábio Martins disse...

Realmente tem grande impacto. Foi um bom registo da tua parte

Diogo disse...

Esta árvore, pela sua nudez, lembra-me a reacção dos povos europeus aos criminosos internacionais da finança. Não haverá uns espinhos que brotem num dia de chuva?

sandrafofinha disse...

Muito bonita esta fotografia!! Venho-lhe desejar votos de um bom fim-de-semana e tudo de bom para ti!! Beijinhos fofinhos.

João Menéres disse...

Excelente a luminosidade nesse despido tronco !


Um abraço.

Remus disse...

E é a única porque os incêndios deram cabo das restantes, ou será que foram os homens que abateram as outras para dar lugar ao cultivo?
Seja como for, parece que as árvores perderam a última sobrevivente. Perderam a batalha.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Há sempre uma árvore de pé.
Excelente foto.
Beijinhos.
Irene

Manuel Luis disse...

No meio destas catástrofes, fica sempre uma para sensibilizar, foi ela que libertou o oxigênio que respiramos.
Abraços

Xs disse...

Bela visão.
Vou querer ir aí!

manuela barroso disse...

Um olhar enigmático, inquietante, inquiridor...
...teu e da árvore.
Numa fotografia excecionalmente bela!
Bjis

Sara disse...

E razões tinha, de sobra, para a admirar, registar e partilhar.
Grande fotografia!
Bom fim de semana.

Margarida Belchior disse...

... a nudez de braços estendidos, admirada, por momentos, em forma de prece ...

... uma beleza!! Liiiiiindíssima foto e legenda!!
:-))

Beijinhos, em admiração

MGomes disse...

Excelentes!!! Não sei se mais a fotografia ou a leitura que o seu autor dela faz!!! Parabéns!

Abraço

luisa disse...

Muito bonita essa paisagem. :)

intimidades disse...

folhas?

Adorei a foto

Bjinhos
Paula

IRIS disse...

a resistência é sempre gloriosa. muito bonita, a fotografia

Ana Paula disse...

Impactante realmente. Quanto nos traz essa bela imagem.
Abraço

Existe um Olhar disse...

Gosto da nudez destes detalhes, gosto da imensidão que se estende para além de nós, gosto do teu olhar.

Beijos
Manu

Reinadi Sampaio disse...

Linda linda demais!
Do meu Sertão para teu momento maravilhoso!

O Sertão é assim
Verde seco... Ora azul sem fim!
Dessemelhança.

Reinadi Sampaio / 25/09/11 > 00h473min.

Beijo.
Flor.

Elisa T. Campos disse...

Desfolhada
desflorada
prece em invernia.
A árvore só.

Abçs

L.Reis disse...

As árvores têm o dom do silêncio...

Canto da Boca disse...

Um símbolo de resistência...

Fragmentos Culturais disse...

Mas continua de pé!
E sim, quase se sente a prece...

Bom fim-de-semana!

Andre Martin disse...

Foto MUITO interessante. Um contraste do verde vivo e da árvore-arbusto ressecado.