2.2.12

Uma fotografia por dia... nº 2506

MFC - Pé de meia
Bragança, Castelo, 2011
Normalmente minúsculas, acanhadas... mas tão necessárias! Eis-nos a olhar para todo o lado à procura de uma como umas baratas tontas. É que quando precisamos delas... era para ontem! Não há espera que aguente e o tempo parece uma eternidade até conseguirmos chegar àquela exiguidade de espaço tão desejada...

34 comentários:

Dudis disse...

Olá, e' bem verdade lol, esta foto esta curiosa,o antigo com o moderno (WC)
Bjos doces

Ana disse...

Sem dúvida, imprescindíveis! Pior é quando se lá chega e está uma multidão à nossa frente:)

Mona Lisa disse...

Eheheheheh...e tentando que ninguém veja as pernas quase feitas num "8"...


O que tu descobres, Manel!

Adorei a foto. O teu olhar sempre atento!

Parabéns pela foto!

Bjs.

Vítor Fernandes disse...

E chegamos lá a encolhermo-nos todos e com as pernas todas apertadinhas. Mas depois é cá um alívio.

Boa foto.

Abraço.

Eli disse...

hmmm

Talvez tirasse uma foto assim e talvez a publicasse também com um sentido assim...

:)

Canto da Boca disse...

Um alívio, literalmente! O biológico agradece. A foto de fato está interessante!

;)

Maria disse...

Por um momento pareceu-me ser Sortelha.
Gosto tanto das casas de pedra com esses degraus...

Elisa T. Campos disse...

Não Sei como é esse. Os daqui que eu conheci acho que não havia fila.

Reinadi Sampaio disse...

Fiquei apaixonada por essa imagem! nem pensei na 'necessidade' dela aberta... imaginei-a poesia de paixão vermelha, envolvente! Cada degrau uma subida como as paixões incontidas! Rumo ao final glorioso e 'aliviante'...// Aliviante? Coisa de poeta... saiu.

Hoje estou assim: brincalhona com as palavras.

Beijo fraterno.
Flor.

© Piedade Araújo Sol disse...

concordo e a foto ficou optima.

beij

susan disse...

E eu que o diga!!!
Beijinho

polittikus disse...

Curiosa a foto. Um verdadeiro alívio....

Fatyly disse...

Gargalhadas...tal e qual e por vezes recorre-se ao pinhal e vocês com "o valor acrescentado" podem ir a qualquer canto, mas de preferência o mais longe possível loll

A foto está linda:)

abspinola disse...

Curiosa para descobrir o que esta alem dessa porta! será um abraço, um sorriso ou um simples OLA

Boa foto
Bjstos
Nice day

Tatiana Moreira disse...

Esses cantinhos são realmente muito necessários para o nosso alívio!rsrs

Um beijo com o meu carinho para você!

Naná disse...

A mais gira que usei era deste género, na vila de Monsanto!
E eu na altura, grávida, precisava dela amiúde...

Existe um Olhar disse...

Nunca estão perto quando precisamos, mas depois é um alívio, sejam elas espaçosas ou acanhadas.

Beijos
Manu

Tanita disse...

E quando estamos quase, quase a chegar a casa? e não há lugar para estacionar, e o casaco fica preso na porta e a chave não entra na fechadura... e depois corremos e mal nos sentamos ahhhhhhhhhhhhhh que alívio :)

hfm disse...

Adoro portas entreabertas - escondem mundos inimagináveis.

Janita disse...

A foto da "casinha" do Castelo de Bragança, está um primor!
Mas sabes o que mais me encantou neste teu post, Manel?
Foi a forma imaginativa e, ao mesmo tempo, tão realista como adequaste o texto à foto.

És mesmo um WINNER, meu querido Manel!

Beijinhos...sem apertos de bexiga.

Ana disse...

Eheheh! Adorei a foto - delicio-me por estruturas em pedra - e o texto..!! Maravilhoso!

Irene Alves disse...

Nunca fui a um WC desse tipo.
Gostava de encontrar.
Bj.
Irene

lis disse...

Será que entraria? tenho um pouco de fobia de banheiros públicos ... rsrs
seja onde for! no entanto, se como voce diz não houvesse espera que aguentasse rs que jeito nao?
os daqui são quase sempre intransitáveis e a ala feminina dispensa !rs
esse tipo de construção é diferente e novidade por aqui, parece fora do círculo urbano, talvez porisso mais civilizado rs mesmo assim ia ficar" morrendo" de vontade até nao mais resistir rsrs

abraços fc

Remus disse...

Vi a fotografia e comecei a ler. No inicio, estava a pensar que o texto era sobre as portas. Até que cheguei à parte do «Não há espera que aguente» e fiquei confuso.
Só nesse ponto é que fui ver todos os detalhes da fotografia e percebi realmente o texto. :-P
Bem dito!

Margarida Belchior disse...

.. uiuiuiuiu ... ainda bem que indicaste onde era!! Já vou dar uma corridinha até lá!!

:-))

Beijinhos, a caminho ...

P.S. - Uma delícia a foto e o texto

luisa disse...

Que enquadramento tão bonito para este tipo de porta :)

Fábio Martins disse...

Essas ruelas são cheias de história :)

Rute disse...

Nunca tinha visto um assim...isto é um luxo! ...mas achas que TODA a gente consegue lá entrar...tenho cá as minhas dúvidas...;)

1 beijo

Noslen ed azuos disse...

3 longos degraus rsrs


ns

Teresa Durães disse...

eheheheheh só quando observei melhor a foto vi a plaquinha (que não condiz) com a casa

Paranoiasnfm disse...

Adorei, o texto e a fotografia! :)

Manuel Luis disse...

É um mini ginásio. Pior são os prédios de três andares sem elevador, verdadeiros ginásios.

L.Reis disse...

:D:D Só tu para "filosofares" sobre casas de banho! :D
Por momentos pensei que estavas a falar de escadas...depois fez-se luz e foi cá uma gargalhada! :)

Margarida Alegria disse...

:)))
:D