24.1.12

Uma fotografia por dia... nº 2497


MFC - Pé de Meia
Porto, Adro da Sé, 2010

Ornamentos, decorações... a monumentalidade não prescinde deles. São uma constante! Representativos de uma escola ou de outra, preenchem a mesma função: fazer com que o monumento possa ressaltar com todo o seu fulgor e pujança. São elementos fulcrais que fazem sobressair o essencial.




23 comentários:

Mona Lisa disse...

São uma sucessão de estilos de várias épocas que marcaram, com a sua beleza e imponência, a nossa História.

Adorei a foto.Mostraste o essencial do todo!

Bjs.

Lacorrilha disse...

Os pormenores dos monumentos também nunca me passam despedidos. Consigo passar horas a fotografá-los sem me cansar.

Janita disse...

Gostei!
Gostei da foto, dos pormenores que podem definir o estilo arquitectónico e de saber que é de um monumento situado numa zona da Cidade do Porto que mal conheço: a Sé!
Beijos

tossan® disse...

A beleza da coisa é fundamental! Por isso ela está lá. Belíssima foto! Abraço

© Piedade Araújo Sol disse...

concordo e fazem parte do nosso património.

um beij

Graça Pimentel disse...

Gostei da fotografia e do texto. Quando vejo estas obras de arte penso na quantidade de anónimos que trabalharam para a sua realização. Gente a quem nunca ninguém agradece as horas da sua vida que passaram a criar algo que nos vai deliciando ao longo dos anos, dos séculos...

Beijo grande

joão l.henrique disse...

Uma boa fotografia com legenda a propósito.

Um abraço.

A Luz a Sombra disse...

Quando fui ao Porto não ia só, e acompanhava familiares meus, o programa não era meu.
Essa ida possibilitou-me uma ida á Ribeira, á noite, para fotografar.
O pouco que vi achei lindo, e já várias vezes senti a tentação de me meter a caminho mas... há sempre um "mas"...
Um dia vou ao "Poooorrrrto".

addiragram disse...

O grande fascínio do ornamento é o contraste entre os elementos quase saturados com outros totalmente despojados. O esta foto mostra plenamente!

Fatyly disse...

dizes bem... certíssimo...mas foram construídos noutras épocas por gente que nos deixou um legado, mas que ao longo dos tempos os mandantes marimbam-se nisso e é triste ver que nem sequer são objecto de limpeza e restauro do que é belo e atraí o turismo.

luisa disse...

Gosto desta ideia de uma fotogafia por dia :)

Lilá(s) disse...

Também gosto sempre de observar os pormenores dos monumentos, tiveram a sua época e impõem-se.
Bjs

Xs disse...

Muito gira a foto!
Gostei, sim senhor!

☆•.¸.Mildred.¸.•☆ disse...

Linda foto desses ricos pormenores!

***
Bizzzzzzz****

AvoGI disse...

tenho de observar com mais pormenor o pormenor da Sé
kis .=)

Vítor Fernandes disse...

Faz parte da criação artística e da identidade. Nice photo.

Margarida Belchior disse...

«O essencial é invisível para os olhos!» ...
... mas assim se afirmava o poder de quem o detinha: o clero e a nobreza!

... ontem como hoje!!
:-))

Beijinhos, hoje ... ainda!!

Canto da Boca disse...

Manel, temos que entender o contexto da época, e que espetáculo a consolidação da história....

Paula Barros disse...

Gosto sempre de olhar os monumentos,os detalhes, e imaginar o trabalho do artista, e imaginar que ele talvez nem imaginasse quantos anos iria durar,quantas pessoas iriam apreciar.

Gostei da cor da foto.

manuela barroso disse...

Beleza e austeridade de mãos dadas.
Numa foto perspicaz e bela.
Bji

maceta disse...

as pedras fustigadas pelos tempos, mas eternas... sorte a delas.

Menina no Sotão disse...

Eu tirei uma foto tempos atrás em uma casa abandonada e o que mais me chamou a atenção foi justamente uma pilastra toda trabalhada em gesso que estava começando a ruir. Sei lá, sabe aquela sensação de que sustenta o mundo? Foi isso... rs

bacio

Remus disse...

É tudo uma questão de modas.

Mas o mais estranho, é que nunca reparei neste pormenor do Adro da Sé... Ando desatento.