1.10.14

Uma fotografia por dia... nº 3478

Idanha-a-Velha, 2014
E de repente demos de caras com este magnífico lagar de azeite. Cheguei-me mais pertinho e reparei que as três rodas de pedra tinham comprimento de raios diferentes para que pudessem espremer todo o caldo de azeitona de uma forma uniforme. Que ideia mais genial!

7 comentários:

D. disse...

Que giro. Bem pensado, sem dúvida. Muitas das vezes, não há nada como a "sabedoria popular".

Boop disse...

E vem a ASAE e lá se vão os métodos artesanais….

Tanita disse...

Ainda nós achamos que somos inteligentes com tanta tecnologia ahhhh e isso era o quê?

Zeltia disse...

parece que volvendo á roda, ás orixes somos máis capaces de comprender a que inventos contemporáneos en todos os ámbitos chegou a humanidade.

Noke disse...

Schönes Bild von der alten Maschine.

Gruß
Noke

Remus disse...

Coitado era do burro ou do boi, que tinha que andar aí à volta a movimentar as pedras... A mesmo que este fosse hidráulico.
;-)

© Piedade Araújo Sol disse...

bela foto!

:)